26.04.2016  /  15:42

Desavenças com Putin fazem bilionário russo liquidar bens no país

Mikhail Prokhorov vai vendeu até seu iate para contrariar Putin  ||  Créditos: Getty Images
Mikhail Prokhorov vendeu até seu iate para fugir de Putin || Créditos: Getty Images

O bilionário Mikhail Prokhorov, o 13° homem mais rico da Rússia, está em uma verdadeira cruzada em busca de investidores dispostos a comprar as empresas que ele ainda tem no país. Dono do time de basquete americano Brooklyn Nets, Prokhorov mantém atualmente a maior parte de sua fortuna, estimada em US$ 8,3 bilhões (R$ 29,3 bilhões), nos Estados Unidos e na Europa.

Seu desejo de encerrar os negócios na Rússia se deve principalmente à péssima relação que ele mantém com o presidente Vladimir Putin, de quem é adversário político. O maior atrito entre eles se deu no início de abril, quando um jornal do grupo de mídia RBC, do qual Prokhorov é controlador, publicou uma matéria bombástica sobre membros do Kremlin citados no escândalo Panama Papers, muitos dos quais são aliados de Putin.

Certo de que o político irá revidar, Prokhorov decidiu abandonar de vez a Rússia. Até mesmo um de seus dois iates, o “Solemar,” entrou na liquidação, e foi vendido na semana passada por US$ 27 milhões (R$ 95,3 milhões), bem menos do que os US$ 40 milhões (R$ 141,2 milhões) pagos por ele em 2011 para o estaleiro holandês Amels, que construiu a embarcação de 62 metros de comprimento. (Por Anderson Antunes)