Depois dos 30, Isis Valverde sobre polêmicas: “Não faço mal a ninguém”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
isis
Isis Valverde na coletiva de “A Força do Querer” || Créditos: Glamurama

Isis Valverde é uma das protagonistas de “A Força do Querer”, próxima novela da Globo. Pra completar, vive uma sereia – ou alguém que pensa ser uma, que acredita ser filha de um boto – que trai o namorado e que não se apega a nenhum homem. Ou seja: a atriz estará no centro dos holofotes de novo. Mas dessa vez mais madura. Isis confessou ao Glamurama que fez uma importante autoanálise ao completar 30 anos. Perguntamos se ela está mais blindada em relação às polêmicas envolvendo seu nome e se aprendeu a não se cobrar ser perfeita, já que todos erramos – e acertamos, naturalmente.

“Não somos anjos, nem demônios”
“Sobre polêmicas, inclusive as pequenas… É ruim falar que perdi a ingenuidade, mas perdi, sim, a crença de que todo mundo quer o meu bem. Não é verdade. Tento driblar isso sem ficar amarga porque eu não faço mal a ninguém, não quero o mal de ninguém. Aprendi também a me perdoar. Me ver como ser humano. Não somos anjos nem demônios. Temos os dois e às vezes escutamos mais um ou outro. Você reconhece que errou, pede desculpa e pronto”.

“Não anda com ela, não”

“Perguntamos também sobre a força de certos rótulos.:. “Já ouvi de amiga minha: ‘Não anda com ela, não. Vai te queimar. Está rodada. Ficou com quatro amigos’. Mulher infla isso, acha legal falar.  Ouvi da minha mãe quando eu era pequena: ‘Que pena que ela nasceu mulher’. As pessoas perguntam: ‘Outro namorado, Isis?’ O homem diz: ‘Comi 15’. E é o garanhão. Mas a gente é mais romântica, homem é mais físico mesmo. Quando fiz 30 anos, acordei, me olhei no espelho e estava diferente. Não sou mais uma menina, sou uma mulher. Muitos medos foram embora, mas sem drama. Só pensei no que eu não queria mais e cruzei uma porta que estava me esperando. Pronto, agora vamos em frente”.