06.11.2018  /  7:00

Depois de tentar encerrar o divórcio com acordo, Angelina Jolie e Brad Pitt se preparam para batalha judicial

Angelina Jolie e Brad Pitt || Créditos: Getty Images

A possibilidade de que o conturbado processo de divórcio do ex-casal Angelina Jolie e Brad Pitt termine em acordo se evaporou de vez nas últimas horas, quando os advogados dos atores que já formaram o par romântico mais badalado de Hollywood decidiram que não há outra opção a não ser resolver a pendenga judicial nos tribunais. Pelo menos desde junho eles tentavam selar um acordo sem a intervenção de um juiz a fim de combinar como dividirão a guarda dos seis filhos que adotaram ou tiveram juntos, porém sem sucesso.

A princípio, Angie era quem mais dava pra trás – a atriz sempre pediu a guarda em tempo integral de Maddox, Pax Thien, Zahara, Shiloh, Vivienne, e Knox León, possibilidade que Pitt, que é adepto de um estilo mais “paz e amor”, até chegou a considerar brevemente. Mas, ultimamente, e diante da teimosia da ex, ele também engrossou o caldo e passou a fazer algumas exigências na mesma linha, e agora não aceita nenhuma decisão que não considere justa para ambos.

No próximo dia 4, Jolie, Pitt e seus representantes legais deverão se reunir em um fórum de Los Angeles para colocar os pingos nos is, e caberá ao magistrado incumbido com a tarefa de intermediar o encontro deles dar a palavra final. Claro que, antes disso, os dois deverão trocar farpas entre si e possivelmente até vão retirar do baú “provas” para justificar suas respectivas versões de que são mais capacitados para criarem os herdeiros sozinhos, em uma briga à la “Sr. e Sra. Smith” que promete ser épica e certamente vai render muitas manchetes. Quem te viu, quem te vê… (Por Anderson Antunes)