09.12.2019  /  12:28

Se despedindo do ‘Zorra’, Dani Calabresa fala sobre novos projetos: “Dá um medinho do desconhecido”

Dani Calabresa || Reprodução Instagram

Conversar com Dani Calabresa é riso na certa. Glamurama bateu um papo com a atriz e comediante que deixa claro sua criatividade nas respostas rápidas e divertidas. Em 2020, o talento de Daniela vai ser visto em novos formatos na Globo, depois da saída do “Zorra”: “Vamos testar se vai rolar programa ou um quadro”. Mais sobre os planos da humorista na entrevista abaixo. (por Luzara Pinho)

Glamurama: Os seus novos projetos são de humor?
Dani Calabresa: Não, drama, mudei a chave (risos). Brincadeira, é humor sim! Vamos testar se vai rolar programa, quadro…ainda não tem nada definido. Estamos em fase de criação e roteiro. Como eu estou em ‘stand by’, a ansiedade é diferente, rola um medinho do desconhecido. No processo criativo, as vezes lembro de uma ideia de tempos atrás,  paro e penso: “Tá aí, isso rende uma esquete boa!” De todo jeito, continuo na “Escolinha do Professor Raimundo”.

Glamurama: Planos para Natal, Ano Novo?
Dani Calabresa: Eu quero ganhar presentes (risos). Vou viajar, descansar e anotar ideias para criar alguma coisa legal, eu sou do tipo que anota tudo. Ainda não está definido para onde vou, mas eu sou a louca da Disney, né? É só ter um dia livre que eu coloco uma orelha, acho uma passagem e vou. Esse ano vou passar de calcinha verde, que é saúde, né? É sinusite, ponte aérea direto…estou precisando.

Glamurama: Como foi a gravação do seu último Zorra?
Dani Calabresa: Foi ótimo! Vai ser uma homenagem ao que eu fazia na MTV, que imito a Suzana Vieira, a Ivete Sangalo…

Glamurama: E o Furo (MTV)? Existe uma corrente na internet que pede a volta do programa
Dani Calabresa: Meu sonho é voltar. Eu acho que tem uma resistência das emissoras de pegar algum produto que já foi feito, as pessoas querem criar. Ainda não consegui me reunir com o Bento (Ribeiro) – que era meu parceiro no programa – em um período que os dois estejam na mesma emissora, ou que queiram essa parceria. Temos muita vontade e todo mundo pedem muito, vamos torcer.