26.09.2020  /  8:39

Depois de fechar seu capital em 2011, Playboy estuda retorno à bolsa de NY. Aos fatos!

A empresa fundada por Hugh Hefner já teve ações negociadas na bolsa de NY || Créditos: Reprodução

Meses depois de anunciar que não publicaria mais sua icônica revista, a Playboy Enterprises está considerando um retorno triunfal. É que a empresa fundada há 66 anos pelo falecido Hugh Hefner para reunir sob o mesmo leque todos os negócios da Playboy estuda abrir seu capital na bolsa de valores de Nova York, e inclusive já contratou um banco para tratar disso.

Com receitas anuais na casa dos US$ 215 milhões (R$ 1,2 bilhão), a Playboy Enterprises, que é controlada pela Icon Acquisition Holdings LP, atua em vários segmentos além do de mídia, como o de brinquedos sexuais e até os de fabricação de bebidas e de produtos à base de maconha.

Essa não seria, no entanto, sua primeira aventura no mercado de capitais dos Estados Unidos. Praticamente desde sua fundação, a Playboy Enterprises teve suas ações negociadas em NY, mas se tornou uma empresa de capital fechado novamente em 2011, e depois de anos de quedas acentuadas que quase reduziram seu valor de mercado a 0. (Por Anderson Antunes)