19.03.2020  /  9:44

Depois de fazer piada com o Covid-19, príncipe William adere a campanha em prol das vítimas da doença

O príncipe William || Créditos: Reprodução

Preocupado com a pandemia de Covid-19 e, cá entre nós, talvez um pouco cansado de brilhar menos que o irmão, o príncipe William resolveu arregaçar as mangas para organizar uma campanha em prol das vítimas do mal do momento, não somente as que foram infectadas pela doença mas também aquelas que estão passando por dificuldades financeiras em consequência da ameaça global, que resultou no fechamento de comércios e até de fronteiras internacionais.

A iniciativa será coordenada pelo National Emergencies Trust (NatET), um órgão do governo do Reino Unido que funciona somente em casos de emergências e geralmente é acionado pela família real de lá, e vai contar com o apoio de várias das centenas de entidades filantrópicas das quais o futuro rei da Inglaterra é patrono. A ideia é também criar uma rede nacional de voluntários abrangendo todo o país, e todos comprometidos com a mesma causa desde já.

Mas a parte financeira será a mais importante, e por isso o “royal” deverá ser o anfitrião de vários fundraisers que a NatET pretende realizar assim que as aglomerações de pessoas voltarem a ser permitidas em terras britânicas. No começo do mês, durante uma visita que fez à Irlanda, Wills brincou que viajou para lá “só para espalhar o novo coronavírus”, o que na época fez muita gente pensar que ele não estava ciente da gravidade do problema. (Por Anderson Antunes)