09.05.2018  /  15:28

Depois de fazer as pazes com Katy Perry, Taylor Swift estreia turnê com bilheteria em baixa

Taylor Swift || Créditos: Getty Images

A nova turnê mundial de Taylor Swift, batizada “Reputation Stadium Tour”, começa nesta quarta-feira em Glendale, no Arizona, com mais de US$ 240 milhões (R$ 863,3 milhões) em ingressos vendidos para as 53 apresentações que acontecerão na América do Norte, Europa, Oceania e Ásia até 21 de novembro. A previsão é que nos próximos meses o total nas bilheterias salte para US$ 300 milhões (R$ 1,08 bilhão).

Por enquanto Taylor ainda não conseguiu sold out em nenhum dos estádios nos quais dará pinta até o fim do ano, algo inédito considerando o histórico de estrada e a popularidade que a dona do hit “You Belong with Me” conquistou nos últimos anos. No próprio show de Glendale, no Univerity of Phoenix Stadium, mais da metade dos ingressos disponibilizados para os fãs dela não foram comprados nem na revenda.

Isso não quer dizer que a estrela pop de 28 anos esteja em decadência, mas pode ser um indicativo de que o tempo dela no olimpo do showbiz estourou e, para continuar em evidência, ela precisa tirar alguns truques da manga. Madonna fez isso a vida inteira e continua brilhando até hoje, apesar das 60 primaveras que completa em agosto.

No caso de Taylor, o mais provável é que ela una forças com alguém que se encontra em situação parecida para começar uma nova fase, preferencialmente de forma polêmica. A bandeira branca com a qual andou acenando para Katy Perry essa semana, aliás, não é mera coincidência. (Por Anderson Antunes)