Depois de dois anos na justiça, chega ao fim processo de divórcio de Adele e Simon Konecki. Aos detalhes!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Adele / Crédito: Instagram

Adele e Simon Konecki anunciaram o fim do relacionamento em abril de 2019, mas só agora estão oficialmente separados. É que o processo de divórcio da cantora com o empresário, com quem tem um filho de oito anos, Angelo Adkins, se estendeu por quase dois anos, e foi finalizado esta semana.

De acordo com o portal Daily Mirror, o ex-casal dispensou a presença de seus advogados na sessão final que determinou os termos do processo. Os detalhes da separação foram resolvidos de maneira amigável entre os dois, que engataram o romance em 2011.

Ainda de segundo o site, Adele e Simon assinaram um contrato de confidencialidade quando deram entrada no divórcio, em setembro de 2019. Os dois também teriam chegado a um entendimento sobre a partilha de uma fortuna de mais de 1 bilhão de reais. Uau!

Na época que a cantora e o empresário terminaram, uma fonte próximas a eles informou à revista US Weekly que o relacionamento “não deu certo” porque os dois haviam se tornado “mais amigos do que amantes”. Não à toa, a amizade segue firme. A cantora até presenteou o ex com a casa na qual eles moravam em Los Angeles para que ele pudesse ficar mais perto do filho.