11.11.2020  /  10:13

Demitido de ‘Animais Fantásticos’, Johnny Depp recebeu mais de R$ 54 mi para deixar franquia

Johnny Depp
Johnny Depp || Créditos: Reprodução

Demitido dias atrás de “Animais Fantásticos” por causa do polêmico processo em que é acusado de violência doméstica pela atriz Amber Heard, sua ex-mulher, Johnny Depp recebeu nada menos que US$ 10 milhões (R$ 54,3 milhões) para deixar a saga cinematográfica inspirada nos escritos de J.K. Rowling. E esse valor é referente a apenas algumas horas de trabalho dele nos sets do terceiro filme da franquia, que começou a ser rodado em setembro e, aliás, terá o Rio de Janeiro como principal cenário (mas quase que inteiramente reproduzido em estúdio, infelizmente, por questões de orçamento e também em razão das limitações causadas pela pandemia).

Intérprete do vilão Gellert Grindelwald nos dois filmes anteriores, Depp deveria reviver o personagem na telona. Mas sua vida pessoal se tornou, digamos, “movimentada demais” para o gosto da Warner Bros. Pictures, responsável pela produção de todos os longas. É que a tal ação movida contra ele por Heard, que corre na justiça do Reino Unido, teve uma reviravolta daquelas no último dia 3, quando o juiz que a analisa considerou que as provas apresentadas em corte até agora são suficientes para eventualmente condenar o astro.

Depp, que ganhou mais de US$ 650 milhões (R$ 3,53 bilhões) para estrelar outra franquia – “Piratas do Caribe”, que o alçou novamente ao olimpo de Hollywood nos anos 2000 – passa por dificuldades financeiras desde que seus agentes supostamente lhe passaram a perna, o que também está sendo discutido na justiça (nesse caso, na dos Estados Unidos). Já os US$ 10 milhões (R$ 54,3 milhões) que o eterno “bad boy” hollywoodiano acabou de embolsar da Warner deverão ser usados para pagar seus advogados, mas ainda assim são suficientes para torná-lo o ator mais bem pago do mundo nesse ano por poucas horas trabalhadas. (Por Anderson Antunes)