19.06.2020  /  9:30

De volta a Hollywood, Meghan Markle sofre com escassez de trabalhos ‘à sua altura’

Meghan Markle || Créditos: Reprodução

Quando se mudou para Los Angeles de mala e cuia com o príncipe Harry e o filho, Archie Harrison, e disposta a “ressuscitar” a carreira de atriz da qual abriu mão para se tornar membro da família real mais famosa do mundo, Meghan Markle deve ter achado que o retorno às suas origens hollywoodianas seria um mar de rosas. Ledo engano, já que a duquesa de Sussex nos últimos tempos só reclama da escassez de ofertas de trabalho “à sua altura” que tem recebido por lá – uma pior que a outra, na visão da neta postiça de Elizabeth II.

O maior problema para ela é que, como uma ex-royal ainda necessitada de manter um certo comportamento exemplar, atuar em qualquer produção pode se tornar um grande problema. O mais recente trabalho de Markle na telona, e primeiro dela como uma Windsor, foi a narração do documentário sobre elefantes “Elephant”, produzido pela Disneynature e lançado na plataforma de streaming Disney+ no começo de abril.

Trata-se de um filme que passa uma imagem positiva, longe de ser polêmico e, portanto, ideal para quem quer manter uma imagem positiva junto ao público. Mas jobs desse tipo são raros até mesmo em Hollywood, e a nora do príncipe Charles que mais rende notícias ainda não encontrou outro equivalente à altura para se firmar por lá novamente. A propósito, Markle tem recebido apenas roteiros de personagens coadjuvantes, sobretudo para a televisão, que também não acredita serem “compatíveis” com seu passado recente de frequentadora ativa da realeza britânica. (Por Anderson Antunes)