23.11.2015  /  11:03

De santa a diabinha, 10 fatos sobre a aniversariante do dia Miley Cyrus

Miley Cyrus completa 23 anos  ||  Créditos: Divulgação
Miley Cyrus completa 23 anos || Créditos: Divulgação

Há 9 anos o mundo conheceu a vida dupla da popstar Hannah Montana, interpretada por Destiny Hope a.k.a Miley Cyrus. Desde então, a atriz e cantora passou por poucas a boas e para comemorar seu aniversário de 23 anos, nesta segunda-feira, Glamurama recriou sua tragetória de estrela da Disney à popstar e ativista de causas socias.

Miley Cyrus como Hannah Montana, na estréia do seriado  ||  Créditos: Divulgação/Disney
Miley Cyrus como Hannah Montana, na estréia do seriado || Créditos: Divulgação/Disney

No ano de 2006 estreava pelo canal Disney Channel, nos Estados Unidos, a série “Hannah Montana”, que narrava a vida dupla da jovem Miley Stewart, interpretada por Miley Cyrus. Lider de audiência, a série colocou Miley na lista dos 100 famosas mais bem pagas do mundo da revista TIME, em 2008. Nascia um fenômeno.

A capa do álbum "Meet Miley Cyrus"  ||  Créditos: Divulgação
A capa do álbum “Meet Miley Cyrus” || Créditos: Divulgação

Após ter lançado vários álbuns pelo nome de Hannah Montana, em 2007 que Miley embarcou de vez na carreira de cantora e lançou o disco “Meet Miley Cyrus”. Sucesso instantâneo nas paradas mundiais, o LP estreou em primeiro lugar na Billboard e vendeu cerca de 4 milhões de discos apenas nos Estados Unidos.

Capa do disco "Can't Be Tamed"  ||  Créditos: Divulgação
Capa do disco “Can’t Be Tamed” || Créditos: Divulgação

Com o lançamento do EP “The Time of Our Lives”, em 2009, Miley lançou o single “Party In The U.S.A”, que é considerado um dos maiores hits norte-americanos na era digital até hoje, vendendo cerca de 5 milhões de cópias. Logo em seguida, em 2010, começou a mostrar as asinhas com o lançamento do álbum “Can’t Be Tamed”, que não fez o sucesso esperado. Segundo críticas, o motivo foi o conteúdo sexualizado do disco.

O videoclipe de "Wrecking Ball"  ||  Créditos: Reprodução Youtube
O videoclipe de “Wrecking Ball” || Créditos: Reprodução Youtube

Depois do final da série “Hannah Montana”, em 2011, Miley deu uma pausa na carreira, e então começaram todas as polêmicas em torno da cantora. Em 2013 ela voltou de cabelos bem curtinhos e poucas roupas e lançou o álbum “Bangerz”, com a polêmica música “Wrecking Ball”, que teve seu vídeo dirigido pelo também polêmico Terry Richardson. Quebrou o recorde de vídeo mais assistido em 24 horas no YouTube, com 19,3 milhões de visualizações.

Miley e Robin Thicke na apresentação do VMA 2013  ||  Créditos: Getty Images
Miley e Robin Thicke na apresentação do VMA 2013 || Créditos: Getty Images

Também em 2013, em sua apresentação no Video Music Awards, da MTV, Miley causou muito com seu “twerk” no cantor Robin Thicke. Deu o que falar… No mesmo ano, ela que já tinha marcado seu ativismo pela legalização da maconha chegando ao Europe Music Awards fumando um cigarro de maconha. Se segura malandro…

Miley Cyrus in Concert - Anaheim
The Bangerz Tour || Créditos: Getty Images

Em 2013, até então com 20 anos, ela se afirmou como “uma das maiores feministas do mundo” em entrevista ao programa Newsbeat, da BBC. Logo em seguida, com o inicio da turnê “The Bangerz Tour”, mais polêmicas: ela foi atacada pela crítica pelo fato do show ser “muito explicito para o público da cantora, que tem em média 15 anos”.

Miley chorando no palco do VMA 2014  ||  Créditos: Getty Images
Miley chorando no palco do VMA 2014 || Créditos: Getty Images

Para receber o prêmio de Vídeo do Ano em 2014, Miley subiu ao palco com o representante da ONG My Friend’s Place e cedeu seu tempo de discurso ao jovem, que falou sobre homossexuais sem casa. E fez um apelo para pessoas doarem dinheiro à causa. “Los Angeles tem a maior população de jovens sem-teto, em torno de 1,6 milhão de pessoas”, disse.

Miley Cyrus, Stella Maxwell
Miley Cyrus e Stella Maxwell || Créditos: Reprodução Instagram

Já em 2015, ela se assumiu bissexual em entrevista à revista Paper. Entre outras coisas, contou o quanto foi difícil para sua mãe aceitar sua sexualidade. Também neste ano foi apontada com um suposto affair com a modelo Stella Maxwell, com videos e fotos das duas aos beijos.

Apresentação com drag queens no VMA 2015  ||  Créditos: Getty Images
Apresentação com drag queens no VMA 2015 || Créditos: Getty Images

Apresentando o Video Music Awards deste ano, Miley usou vários looks diferentes, além de ter brigado com Nicki Minaj ao vivo no palco. Mas a surpresa maior ficou para o final, quando ela cantou a inédita “Doo It!”, junto com 30 drag queens do programa “Ru Paul’s Drag Race”. Ah, e lançou gratuitamente o álbum “Miley Cyrus & Her Dead Petz” via SoundCloud.

Uma das nove capa da revista Candy  ||  Créditos: Divulgação
Uma das nove capa da revista Candy || Créditos: Divulgação

A última da cantora? Seu photoshoot para a revista “Candy”, no qual aparece completamente nua em uma das nove opções de capas, fotografada por Terry Richardson. Para conferir, e se você for maior de idade, clique aqui!