14.03.2020  /  9:00

De olho em seu futuro pós-esporte, Tom Brady se associa aos diretores de “Vingadores: Ultimato” para criar produtora

Tom Brady || Créditos: Reprodução

Muita gente sempre apostou que Tom Brady migraria para a política depois de encerrar sua carreira nos gramados, afinal ele é filiado ao Partido Republicano dos Estados Unidos e inclusive é bff de Donald Trump. Mas, a julgar pelos últimos acontecimentos, é possível que o marido de Gisele Bündchen – que está em processo de “divórcio” do New England Patriots, equipe de futebol americano na qual o astro americano atua desde 2000 – esteja pensando mesmo é em se aventurar em uma nova carreira bem distante das altas rodas de Washington, e mais precisamente em Hollywood, onde já deu pinta como apresentador do “Saturday Night Live”.

É que Brady, que também já teve sua própria série no Facebook Watch e no passado fez aparições especiais em várias sitcoms hypadas, acaba de se associar aos irmãos Joey e Anthony Russo para criar a produtora de filmes e programas de televisão 199 Productions. O número, aliás, é uma alusão ao fato de que o jogador foi a 199ª e nada honrosa opção do Patriots em uma lista com 200 novos jogadores elegíveis que o time cogitou contratar há 20 anos nos chamados “Drafts da NFL”, a Liga Americana de Futebol.

Já os sócios dele na nova empreitada são bastante respeitados no universo hollywoodiano, afinal os Russos são os diretores de “Vingadores: Ultimato”, que no ano passado se tornou a maior bilheteria da história do cinema com quase US$ 2,8 bilhões (R$ 13,1 bilhões) em ingressos vendidos mundo afora. Os três planejam produzir conteúdo tanto para a telinha quanto para a telona, e Gotham Choprah, que dirigiu Brady em “Tom vs. Time”, a atração do Face que ele estrelou, já foi contratado pelo trio.

Brady, de 42 anos, busca atualmente um novo time para defender, já que uma cláusula de exclusividade que o prendia ao Patriots expirou faz alguns meses. E apesar da idade razoavelmente avançada para um atleta, aquele que é considerado o maior nome da NFL já avisou que a aposentadoria não está em seus planos, ao mesmo tempo em que também nunca deixou claro se o esporte será para sempre sua praia. E como Glamurama contou recentemente, muitos colegas aposentados dele estão se tornando comentaristas esportivos. Ou seja, opção de trabalho para a cara-metade da brasileira mais famosa do planeta não vai faltar. (Por Anderson Antunes)