16.09.2017  /  8:00

De “House of Cards” a “The Crown”, confira as curiosidades sobre as séries do Emmy 2017

Spacey, Santoro e Foy: alguns dos destaques do Emmy 2017 || Créditos: Getty Images/Divulgação

Domingo é dia de Emmy, o prêmio mais importante da televisão mundial. E claro que o Glamurama já entrou no clima da festa. A seguir contamos algumas curiosidades sobre cinco das séries mais indicadas na edição deste ano do evento que movimentar Hollywood. Confira:

Winona Ryder em cena de “Stranger Things” || Créditos: Divulgação

Stranger Things, 5 indicações

Winona Rider deve aos produtores de “Stranger Things” o revival de sua carreira. Desde que foi chamada por eles para interpretar uma das personagens principais na série ambientada nos anos 1980 ela tem embolsado US$ 100 mil (R$ 311,9 mil) por episódio, bem mais que seus colegas de elenco. O curioso é que a atriz é do tipo totalmente “desconectada” quando o assunto é tecnologia e nem sequer sabia o que era streaming quando recebeu o roteiro da atração produzida pela Netflix, líder mundial em distribuição digital de conteúdo.

Santoro é um dos astros de “Westworld”, sucesso da HBO || Créditos: Divulgação

Westworld, 7 indicações

Um dos maiores hits da HBO atualmente, “Westworld” rendeu um recorde para a emissora americana quando estreou, em outubro do ano passado, com uma audiência de 11,7 milhões de telespectadores. O número é o maior já registrado até hoje pela HBO em se tratando de um drama e logo no primeiro episódio. A segunda temporada da série, que está sendo filmada e estreia em 2018, é uma das grandes promessas para a telinha no próximo ano e deverá ter mais cenas com o personagem Hector Escaton, interpretado por Rodrigo Santoro.

Frank Underwood, personagem de Spacey em “House of Cards” || Créditos: Divulgação

House of Cards, 4 indicações

Frank Underwood, o personagem de Kevin Spacey em “House of Cards”, costuma menosprezar o dinheiro ao dizer que o poder de verdade é aquele entregue aos políticos através do voto para que eles controlem o destino de milhões de pessoas. Mas até o presidente fictício da série cujos roteiristas parecem buscar inspiração em Brasília, de vez em quando ficariam impressionados com o orçamento da produção, que superou a marca de US$ 100 milhões (R$ 311,9 milhões) nas duas primeiras temporadas. Até mesmo para os padrões de Hollywood, trata-se de um número de cair o queixo.

Milo Ventimiglia, astro da série do momento nos EUA, “This Is Us” || Créditos: Divulgação

This Is Us, 5 indicações

Queridinha do momento na programação dos Estados Unidos e estrelada por Milo Ventimiglia, “This Is Us” era até pouco tempo um dos lanterninhas no disputado mercado de televisão aberta do país. Mas como o mundo dá voltas, a série tem atraído em média 15,3 milhões de telespectadores a cada novo episódio exibido pela rede NBC, . O número deixa para trás muitas atrações de renome e há mais tempo no ar, mas, só para efeito de comparação, ainda está bem abaixo dos estimados 40 milhões de telespectadores de uma novela das 9 da Globo.

Claire Foy na pele da rainha Elizabeth II em “The Crown” || Créditos: Divulgação

The Crown, 5 indicações

Grande hit da Netflix na temporada de 2016, “The Crown” volta à programação em dezembro, com novos episódios cheios de personagens polêmicos. Jodi Balfour, por exemplo, vai interpretar Jacqueline Kennedy em seus tempos de primeira-dama dos Estados Unidos, enquanto Matthew Goode será Antony Armstrong-Jones, o fotógrafo da alta sociedade britânica, que se tornou marido da princesa Margaret, irmã rebelde da rainha Elizabeth II (interpretada por Claire Foy). Mas o clima vai esquentar mesmo a partir da terceira temporada da atração, que irá abordar o início do romance entre o príncipe Charles e Camilla Parker-Bowles. (Por Anderson Antunes)