18.04.2021  /  9:00

De Chanel a Birkin, quais as bolsas mais caras do mundo? Elas podem valer até R$ 38 milhões! Oi?

Robert Mouward, Debbie Wingham e Hermès / Crédito: Reprodução

É possível uma bolsa custar mais de 38 milhão de reais? Pasmem, mas sim! Para além de itens que podem ser usados no dia a dia, algumas peças se tornam artigos de colecionador e são tão preciosas quanto joias ou mesmo obras de arte. Seja uma criação única ou uma edição limitada de uma marca de luxo, essas bolsas são capazes de deixar qualquer amante do exclusivo e do luxo encantado. Confira as 10 bolsas mais caras do mundo e surpreenda-se.

Debbie Wingham

Debbie Wingham / Crédito: Divulgação

A designer Debbie Wingham é conhecida por suas criações exageradas. Uma de suas bolsas, criadas em 2019 para um comprador anônimo, foi avaliada em nada menos que 6,7 milhões de dólares. O dono deu à designer britânica algumas de suas joias antigas e lenços para usar como inspiração na criação do item.

Robert Mouward

Robert Mouward / Crédito: Divulgação

O joalheiro Robert Mouward também criou uma peça única, avaliada em 3,6 milhões de dólares. Na composição da bolsa, você encontra ouro 18 quilates e 4.517 diamantes incolores, amarelos e rosas. No total, 10 artesãos levaram 8.800 horas para concluírem a peça. A bolsa ganhou o Recorde Mundial do Guinness de Bolsa Mais Valiosa em 2010.

Hermès

Hermès / Crédito: Divulgação

Por 2 milhões de dólares, você pode ter a bolsa sac-bijou da Hermès. A peça faz parte da coleção Haute Bijouterie 2012 da maison, desenhada pelo diretor criativo de joias finas, Pierre Hardy. A bolsa é feita de ouro branco e possui mais de 11.000 diamantes.

Birkin

Birkin / Crédito: Divulgação

Produzida pelo designer japonês Ginza Tanaka em 2008, essa é uma versão única da Birkin, que custa 1,9 milhões de dólares. Com corpo todo de platina, é adornada com mais de 2.000 diamantes. Além disso, a alça pode ser removida e virar um colar. Não tem como negar que ela é versátil.

Clutch Cleopatra

Clutch Cleopatra / Crédito: Divulgação

A clutch cleopatra já foi vista diversas vezes no tapete vermelho do Oscar, na mão de atrizes como Angelina Jolie e Kate Winslet. Cada item personalizado – variando de US$ 100.000 a 400.000 – é uma combinação única de peles exóticas, joias finas e metais preciosos.

Birkin, Himalaya

Birkin, Himalaya / Crédito: Divulgação

Mais uma da Birkin na lista. Dessa vez, a bolsa da linha Himalaya, que se tornou o sonho de qualquer colecionador desde que foi lançada. Feita de couro de crocodilo do Nilo e tingida para se parecer com os Himalaias cobertos de neve. A versão mais cara até então foi a  Birkin Matte Himalaya Niloticus de 2010, com ouro branco 18 quilates e ferragens de diamante, foi vendida por US$ 379.261 em um leilão.

Chanel

Chanel / Crédito: Divulgação

Em 2008, a Chanel lançou uma edição limitada de uma de suas clássicas bolsas com abas. A peça, feita de crocodilo branco fosco e ouro branco 18 quilates incrustado de diamantes custa US$ 261.000.

Judith Leiber

Judith Leiber / Crédito: Divulgação

A estilista húngara Judith Leiber, que morreu em 2018, também está na lista. Esta minaudière de ouro branco 18 quilates criada em 2010 é incrustada com 1.016 diamantes, 1.169 safiras rosas e 800 turmalinas. O valor? US$ 92.000.

The Row

The Row / Crédito: Divulgação

The Row, de Mary-Kate e Ashley Olsen, é conhecida por seus caros artigos de couro. No auge está a bolsa Margaux 10 Alligator, que chega a US$ 49.500.

Marc Jacobs

Marc Jacobs / Crédito: Divulgação

Desenhado por Marc Jacobs, quando era diretor criativo da Louis Vuitton, o Tribute Patchwork é uma das peças mais cheias de personalidade da marca. O preço chega a 45 mil dólares e sua dona mais notável é Beyoncé.