11.04.2018  /  12:41

David Copperfield pode ser obrigado pela justiça a revelar um de seus truques. Entenda!

David Copperfield || Créditos: Getty Images

Mágico ilusionista mais famoso do mundo, e de longe também o mais rico, David Copperfield corre o risco de ser obrigado judicialmente a revelar um de seus truques. Isso porque o chef de cozinha britânico Gavin Cox, que já prestou serviços para a família real do Reino Unido, decidiu processar Copperfield em 2013 depois de levar um tombo durante um show do americano em Las Vegas que lhe rendeu vários problemas de saúde, e o caso está em curso desde então.

O incidente aconteceu quando o homem que já atravessou a Grande Muralha da China, escapou da prisão Alcatraz e fez a Estátua da Liberdade desaparecer recrutou a assistência de Cox, que o assistia em sua residência no MGM Grand de Vegas, para participar de um ato que deveria resultar no desaparecimento dele. O problema é que o ex-chef real tropeçou nos bastidores enquanto era auxiliado por assistentes de palco para sair de cena e acabou batendo a cabeça no chão.

Diagnosticado com traumatismo craniano, Cox foi submetido a duas cirurgias, no pescoço e no ombro, e sofre com sequelas até hoje. Os advogados dele arquivaram um pedido na justiça americana nesta terça-feira para que Copperfield testemunhe sobre o caso, dando sua versão dos fatos e revelando às autoridades o beabá sobre a parte da apresentação que contou com a participação mal sucedida e quase fatal de Cox.

Pode ser uma estratégia para forçar o rei dos truques a fechar um acordo fora dos tribunais, já eles que buscam uma indenização multimilionária, apesar de não revelar o valor. Dinheiro certamente não é problema para Copperfield, que já declarou ter encontrado a fonte da juventude em uma de suas ilhas nas Bahamas e só no ano passado faturou US$ 61,5 milhões (R$ 209,9 milhões). (Por Anderson Antunes)