17.01.2018  /  12:26

Dança das cadeiras no mundo da moda: certa marca francesa acaba perder seu diretor criativo

Kim Jones deixa direção criativa da linha masculina da LV // Crédito: Getty Image

Depois da saída de Phoebe Philo da Céline, agora é a vez do estilista Kim Jones dar adeus à direção criativa da linha masculina da Louis Vuitton, cargo que ocupou nos últimos sete anos e catapultou a versão “para meninos” da marca francesa criando peças tão desejadas quanto as criadas por Nicolas Ghesquière, diretor criativo da linha feminina. Um de seus últimos trabalhos foi a bem-sucedida colab com a Supreme – coleção que causou frisson entre os fashionistas, uma vez que a grife de streetwear já foi processada antigamente pela própria Vuitton por uso indevido de seu monograma.

Rumores dão conta de que sua saída acontece para que ele seja contratado pela Burberry. A tradicional label britânica está sem diretor criativo geral desde a saída de Christopher Bailey. O boato é de que Phoebe assuma o feminino, Kim fique com o masculino e que Virgil Abloh, da Off-White, ocupe o posto que Kim Jones deixa para trás da LV. Olhos abertos!