Blonde. Ana de Armas
Ana de Armas como Marilyn Monroe. Foto: Divulgação/Netflix

Representantes de Marilyn Monroe saem em defesa de Ana de Armas após críticas por sotaque em cinebiografia

1 Compartilhamentos
1
0
0
0
0

“Blonde”, nova biografia de Marilyn Monroe, traz a atriz cubana Ana de Armas no papel daquela que talvez seja a maior estrela de Hollywood, mas isso não agradou algumas pessoas. Após a Netflix divulgar imagens e o trailer oficial da produção, alguns fãs criticaram o sotaque da atriz, alegando que ele não se encaixa no tom original de Marilyn.

Em nota enviada à Variety nessa segunda-feira (1º), representantes do espólio de Marilyn Monroe saíram em defesa da escalação de Ana para o papel principal do longa.

“Marilyn Monroe é um ícone singular de Hollywood e da cultura pop que transcende gerações e história. Qualquer ator que assume esse papel sabe que tem um grande lugar para preencher. Com base apenas no trailer, parece que Ana foi uma ótima escolha de elenco, pois captura o glamour, a humanidade e a vulnerabilidade de Marilyn. Mal podemos esperar para ver o filme na íntegra“, declarou Marc Rosen.

Em entrevista ao The Times de Londres, Ana de Armas revelou que passou quase um ano treinando seu sotaque, antes de começarem as filmagens. “Levei nove meses treinando dialetos, praticando e revendo cenas originais. Foi uma grande tortura, tão exaustivo. Meu cérebro fritou”, disse.

Você também pode gostar