Livro Um defeito de cor
Reprodução/Editora Record

Livro da semana: o romance histórico “Um defeito de cor”, de Ana Maria Gonçalves

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Mortes, estupros, violência e escravidão, estes são os temas que marcam o romance histórico “Um defeito de cor”. Escrito pela mineira Ana Maria Gonçalves, a obra, de leitura voraz, prende a atenção do leitor da primeira à última página, enquanto conta a história de Kehinde, uma africana idosa. Cega e à beira da morte, ela decide viajar da África para o Brasil para ir em busca de seu filho perdido há décadas. Ao longo da travessia narra momentos de sua vida mostrando o tamanho de sua força, dignidade e coragem diante de tantas situações assombrosas em que se envolveu.

Nas quase 1000 páginas do livro, se desenrolam os acontecimentos de uma vida incomum e pautada pela dificuldade. Com muitos detalhes dos lugares, ambientes, roupagens, festas, rituais e cerimônias, a autora constrói personagens fascinantes e inesquecíveis que estão inseridos em um contexto histórico importante para a formação do povo brasileiro. Grande obra da literatura brasileira contemporânea, “Um defeito de cor” é ferramenta para a compreensão de questões sociais que nos permeiam até os dias de hoje.

Ana Maria Gonçalves. || Crédito: Leo Pinheiro
Você também pode gostar