Robert De Niro e Grace Hightower
Foto: Paul Bruinooge/Patrick McMullan via Getty Images

Justiça dos EUA determina que ex-mulher de Robert De Niro receba quase R$ 6 mi de pensão por ano

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Em processo de divórcio litigioso de sua segunda mulher, Grace Hightower, desde o fim de 2018, o ator Robert De Niro escapou de ter que pagar para a ex metade do dinheiro que faturou em Hollywood nos 21 anos em que foi casado com ela. Em decisão judicial arquivada nessa quinta-feira em Nova York, foi acordado que Hightower não terá direito à bolada – estimada em pelo menos US$ 150 milhões (R$ 858 milhões) – mas vai receber US$ 1 milhão (R$ 5,72 milhões) por ano a título de pensão do astro até que se case novamente ou até a morte de um dos dois.

Além disso, a ex-atriz e cantora vai receber de De Niro US$ 6 milhões (R$ 34,3 milhões) para comprar um imóvel a fim de morar com os dois filhos que teve com ele, Helen Grace e Elliot De Niro, e metade da venda de uma propriedade que dividia com o eterno Travis Bickle de “Taxi Driver”, estimada em US$ 20 milhões (R$ 114,4 milhões) e que será listada nos classificados por decisão judicial.

Hightower e De Niro tiveram vários desentendimentos ao longo das mais de duas décadas que viveram juntos, mas no fim sempre se reconciliavam. Há três anos, aliás, eles chegaram a ensaiar uma nova reaproximação, que pelo visto não foi pra frente. Além de ter ganhado muito dinheiro fazendo filmes, o veterano da telona de 78 anos também é sócio da rede de restaurantes Nobu e de um hotel que já pertenceu a Frank Sinatra e que comprou junto com o o bilionário Larry Ellison em 2019, e tem uma fortuna estimada em US$ 500 milhões (R$ 2,86 bilhões).

Você também pode gostar