16.06.2016  /  17:27

Criadoras de “Making a Murderer” se unem a George Clooney para nova série

cine George Clooney (1)
Laura Ricciardi, Moira Demos e George Clooney se unem para novo projeto na televisão || Créditos: Getty Images

Laura Ricciardi e Moira Demos, criadoras da série-documentário “Making a Murderer”, do Netflix, se unem a George Clooney e Grant Heslov, da Smokehouse Pictures, para um novo projeto na televisão. Trata-se de uma versão de “Os criminosos mais admirados da América”, baseada na série de artigos escritos pelo jornalista Steven Brill para o “The Huffington Post”.

“Os criminosos mais admirados da América” é a história verídica de uma empresa farmacêutica que criou uma droga poderosa, comercializada para crianças e idosos, com terríveis efeitos colaterais – ocultados até então. A droga foi investigada e quando o fato foi revelado, a empresa concordou em pagar mais de US$ 2 bilhões (quase R$ 7 bilhões) em multas e assentamentos. A quantia foi inferior ao que arrecadou com a comercialização do remédio: US$ 30 bilhões (mais de R$ 104 bilhões) em todo o mundo.

Este é o primeiro projeto sob o novo olhar da empresa na parceria com a Sonar Entertainment. “Nós não poderíamos estar mais animados por estar em um negócio com George e Grant e sua talentosa equipe da Smokehouse”, disse o CEO da Sonar, Thomas Lesinski. “A Smokehouse tem um histórico estelar de entrega de conteúdo comercial e aclamado pela crítica. Ela será um grande parceira.”