03.10.2017  /  16:21

Cosméticos naturais x orgânicos: tudo o que você precisa saber para diferenciá-los

Beleza da Simple Organic no desfile da À La Garçonne || Créditos: Reprodução Instagram

Quem não possui em casa um arsenal de cosméticos entre shampoos, sabonetes, cremes, etc? Os cosméticos convencionais, que sempre dominaram as gôndolas, disputam cada vez mais espaço com produtos naturais e orgânicos. Entender a diferença entre eles é um ponto decisivo na hora da compra. Muito além do aroma, textura, funcionalidade, embalagem, cada cosmético é composto de dezenas de substâncias, naturais ou químicas, que juntas afetam o corpo e o ambiente. Rosilene Doratioto, química responsável pela Souvie, marca brasileira de cosméticos orgânicos certificada pela Ecocert e pela SVB Vegano, da Sociedade Vegetariana Brasileira, explica as diferenças básicas entre os cosméticos convencionais, os naturais e a mais nova e sustentável opção do mercado, os orgânicos.

Cosmético convencional

Todo mundo tem ou já comprou algum na farmácia ou no supermercado. O que a maioria das pessoas não sabe é que os cosméticos convencionais possuem substâncias como parabenos e sintéticos (compostos químicos nocivos à saúde e ao meio ambiente), e petrolatos (derivado do petróleo). Além de componentes que podem comprometer a saúde, alguns produtos de beleza também agridem o meio ambiente. Isso porque eles possuem esferas de plástico que caem na rede de esgoto durante o banho e chegam aos oceanos, onde são confundidos com comida pelos peixes, peixes estes que são consumidos pelas pessoas.

Cosmético “natural” e natural certificado

É preciso ficar atento aos produtos “naturais”. Há muitos desse tipo no mercado, mas em alguns casos, não são o que prometem. Cosmético natural caracteriza-se por ter no mínimo 5% de ingredientes orgânicos e 50% naturais, como óleos, manteigas, extratos vegetais e substâncias de origem natural. Além disso, não pode conter conservantes de origem sintética, derivados de petróleo e não pode ser testado em animais. Deve ter também certificação de órgãos como o IBD (instituto Biodinâmico) e o Ecocert.

Cosmético “orgânico” e orgânico certificado

A diferença entre os “orgânicos” e os orgânicos de fato é a mesma dos naturais: a certificação que garante ao consumidor a veracidade da publicidade. De acordo com a Ecocert, os cosméticos desta categoria devem possuir, no mínimo, 95% de ingredientes naturais e 10% de ingredientes orgânicos, e, claro, não podem ter sido testados em animais.

Para ajudar nesta busca selecionamos alguns produtos orgânicos, veganos e naturais para você arrasar por dentro e por fora.