Drenagem linfática
Getty Images

Drenagem linfática é aconselhada para quem passou pelo câncer de mama?

18 Compartilhamentos
18
0
0
0
0

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. Assim como os outras variantes da doença, ele é o resultante de uma disfunção que faz determinadas células do nosso corpo crescerem e se multiplicarem desordenadamente, formando um tumor.

O tema é a pauta da coluna de Renata França para edição de Dezembro\Janeiro da Revista J.P. Criadora da massagem mais desejada pelos famosos, a Miracle Touch, a profissional conversou com Dra. Daniela de Freitas, oncologista no Hospital Sírio-Libanês, para tirar dúvidas sobre o assunto e abordar os benefícios da massagem na saúde das pessoas. À entrevista!

  • Renata França Avatar

    RENATA FRANÇA

    O câncer de mama ainda é o que mais acomete mulheres no Brasil. Há uma explicação?

  • thumb entrevista

    DANIELA DE FREITAS

    Ele é muito comum porque tem como principais fatores de risco questões atreladas aos hábitos da vida moderna, como sedentarismo, obesidade, consumo de alimentos industrializados – especialmente embutidos e gorduras saturadas –, o uso indiscriminado de hormônios, reposições hormonais e até mesmo alguns implantáveis. Todos acarretam danos à saúde e aumentam as chances de a mulher ter câncer de mama.

  • A que sintomas devemos estar atentas?

  • thumb entrevista

    O autoexame da mama ajuda a perceber nosso corpo e notar pequenas alterações. Sempre deve ser feito com cuidado. Se notarmos algum nódulo, inversão do mamilo, sangramento ou saída de secreção, devemos imediatamente buscar a avaliação de um médico.

  • Há casos em que a doença é assintomática, por exemplo?

  • thumb entrevista

    Atualmente, muitas mulheres realizam exames preventivos de mamografia e ultrassom. Com isso, muitos casos são descobertos na fase inicial – e esses são assintomáticos, o que permite chances altíssimas de cura. Sem dúvida, é a melhor forma de fazer o diagnóstico.

  • Qual é o melhor caminho para o diagnóstico precoce?

  • thumb entrevista

    Realizar exames anuais, conforme indicação médica, autoexame e consulta anual de check-up. Nas mulheres acima de 40 anos, o médico geralmente avalia a necessidade de iniciar com exames anuais de mamografia e ultrassom de mamas. A partir dos 50 anos, todas devem fazer mamografia anualmente. Antes dos 40 anos, os exames não costumam ser obrigatórios, porém, sempre é preciso considerar os riscos individuais e o que deve ser decidido conforme o histórico clínico e antecedentes familiares da paciente.

  • A mulher que teve a retirada de um tumor ou até mesmo passou pela mastectomia pode receber drenagem linfática? Se sim, quanto tempo depois?

  • thumb entrevista

    Pode ser usada após a mastectomia. Geralmente, entre sete e dez dias depois da cirurgia.

  • O que a levou a escolher a oncologia como especialidade?

  • thumb entrevista

    Escolhi ser médica ainda muito jovem pensando em ajudar as pessoas. Quando descobri a oncologia, me encontrei. Poder ajudá-las a enfrentar seus maiores desafios com a saúde e fazer realmente a diferença na vida delas é uma missão. Mergulhamos no pior momento da vida dessas pessoas e tentamos arduamente tornar tudo mais leve. Isso faz bem à alma!

  • Renata França Avatar

    E qual é o maior desafio ao se trabalhar com pacientes oncológicos?

  • thumb entrevista

    O meu maior desafio é superar as tristezas das notícias ruins. Infelizmente, em meu trabalho, tenho que dar notícias que nem sempre são boas, e isso angustia. Lidar com a possibilidade da morte gera muita dor em todos envolvi[1]dos. Eu gostaria de apenas entregar boas notícias.

Você também pode gostar