06.10.2018  /  9:00

Consultora de feng shui das famosas entrega: “Daqui pra frente nada piora. Em seis anos veremos uma mudança completa, tenho certeza”

Katia Gonzalez no casamento de Gabriela Pugliesi e Erasmo Vianna, e no de Catharina Johnapetter com Renata Sarti || Créditos: Reprodução Instagram

Katia Gonzalez é figura conhecida entre glamurettes e famosos. O trabalho da mineira de 62 anos, consultora de feng shui e terapeuta corporal há 25, é amplo e vai desde reequilibrar as energias dentro de casa até dar consultoria para que os astros estejam alinhados energeticamente na hora do “sim”. Inclusive, ela cuidou disso nos casamentos das influencers Gabriela Pugliesi e Helena Bordon, de Gabriela Carvalho e Catharina Johannpeter (filha de Narcisa Tamborindeguy).

Glamurama conversou com Katia (@katiagonzalez) que, entre tantos assuntos, fala que os conflitos internos e externos fazem parte da mudança da Era de Peixes para a Era de Aquário. Garante que daqui para a frente o Brasil vai melhorar e ainda ensina como atrair energias positivas para a vida. Nada melhor do que boas dicas em tempos tão conturbados. (Por Paula Barros)

Glamurama – Como as “Eras” influenciam o comportamento das pessoas?
Katia Gonzalez  “Estamos num grande momento e o importante é ser feliz. É preciso exercitar a mente e o coração, além de descobrir o que gostamos de fazer, pois todos temos talentos. Esses conflitos pessoais (internos e externos) fazem parte da mudança, que é uma transformação planetária, não só no Brasil. Estávamos agarrados aos bens materiais, e tudo o que era feito na Era passada não vai dar certo agora. Vamos ter que aprender a tirar o blackout da janela e parar de tomar melatonina para voltar à vida normal, ver o dia clarear e dormir com o aparecimento da Lua. É um momento de cuidado. Não adianta ir para a yoga buscar flexibilidade e sair de lá frustrado. A dica é aprender a respirar.”

Glamurama – Você também trabalha para equilibrar a energia das empresas. O que faz nesses lugares?
Katia Gonzalez – Faço feng shui completo. Equilibramos a energia de forma personalizada. Não adianta mandar colocar vaso ali, mesa aqui. As pessoas e lugares têm necessidades diferentes. É preciso criar espaços que sejam um escape durante o dia, como, por exemplo, quando é preciso ativar o lado criativo. Também só deixo objetos que o cliente goste, não importa o valor. Abra espaço para coisas novas, separe contas pagas (na caixinha da prosperidade) de contas a pagar (na caixinha de amigos prestativos). Deixar tudo junto mistura a energia e não deixa fluir. Não tenha no seu espaço de trabalho nada que enrole, como trepadeiras, unha de gato e plantas que crescem passando por cima de outras. Atrai fracasso. Cacto nunca, pois ele não precisa de nada que o ser humano necessita para viver, é uma planta que fere e intoxica. Máscaras de rituais (africanas/indígenas) também não são legais para decoração, pois não se sabe de onde vêm. Decido junto com o empresário se ele precisa usar determinada cor de roupa para influenciar uma decisão importante. Hoje em dia trabalho com os maiores executivos do planeta e não tem nada a ver com religião, sempre cuido da energia. Vou até as pessoas para a consulta de feng shui, mas minha base é em Belo Horizonte, onde faço também o alinhamento de chakras.

Glamurama – Como foi parar nos casamentos?
Katia Gonzalez – “Acredito na família. Trabalhar a energia dos casais é muito importante, saem as máscaras e expectativas. Tiramos o sobrenome, a conta bancária e viram dois seres que se amam, um encontro de almas e ponto. É um trabalho pré, durante e pós festa de casamento. Trabalhamos para tirar o excesso de admiração (ou olho gordo), centralizamos duas energias em uma, rezamos e já fico sonhando com os bebês índigo e cristais que vão nascer. Para quem vai casar é importante defumar o espaço entre uma festa e outra, pensar com carinho onde cada convidado e família irá sentar, apostar na decoração com muitos espelhos (especialmente na entrada), não usar na decoração nada que enrole, que tenha ponta, e apostar nas roupas brancas. Cada detalhe faz a diferença na energia que está sendo colocada ali. E tem dado certo, viu? Estou com minhas turmas todas casadas e engravidando.”

Glamurama – Como aconselha as pessoas a passarem por esses tempos tão conturbados?
Katia Gonzalez – “A primeira pergunta que a pessoa ou o executivo tem que se fazer é: ‘Estou feliz?’ E se eu não estiver é: ‘O que posso fazer para ser feliz?’ Pare e ouça seu coração! Ficamos muito longe dele na Era de Peixes, e agora é o grande momento para parar e refletir. Uma hora a resposta aparece. Todo tipo de insight vale a pena, mesmo se, a princípio, parecer uma ideia maluca. Pensou, faça. Mas o objetivo é ser feliz, a grana é consequência do trabalho.”

Glamurama – Consegue nos dizer se o futuro do nosso país será positivo ou ainda teremos problemas pela frente?

Katia Gonzalez – “A confusão está saindo debaixo do pano e as pessoas estão disputando entre si, mas vai acabar. Isso é ainda um reflexo da Era de Peixes então tem que deixar arrebentar o que estiver errado. Daqui pra frente nada piora, em seis anos veremos uma mudança completa. Tenho certeza, vem comigo.”

Glamurama – Como funciona o trabalho que você faz com o feng shui?
Katia Gonzalez – “É uma técnica milenar que basicamente significa feng (o vento, que ninguém prende) e shui (a água, que nada detém). Trabalho com essas forças da natureza, é uma ‘acupuntura’ que fazemos nos espaços. Tudo começa com uma bússola no local e depois uma conta que fazemos com o nome da pessoa e data que nascimento. Esses dados mostram os principais pontos de autoconhecimento, amigos, fama, sucesso, criatividade e relacionamentos, que é o mais difícil, principalmente porque mudamos da ‘Era de Peixes’, em que o ‘ter’ era muito importante e passamos para a ‘Era de Aquário’, na qual o importante é ‘ser’… feliz.”

Glamurama – Quais dicas energéticas para viver melhor?
Katia Gonzalez – 1 – “Não tenha nada quebrado. Se algo quebrou jogue fora, esse negócio de ficar colando não dá certo. Tudo tem vida e as vezes chega ao fim.”
2- “Deixe o espaço que você vive e trabalha organizado.”
3- “Tenha espelhos que dobram a energia da área onde está localizado – de preferência na entrada da casa – e devolve qualquer mau olhado. Água também faz a energia circular.”
4- “Tem uma receitinha para melhorar a energia: separe copinhos com água até a metade e coloque um pedaço de carvão em cada um. Espalhe em vários cômodos e deixe por três dias. Se a energia não estiver legal, o carvão vai afundar. Daí joga fora e começa de novo até o carvão durar três dias boiando no copo. Tem gente que demora até 15 dias para limpar tudo.”
5- Banho de sal grosso não se toma do pescoço para baixo, pois anula as energias positivas e negativas do corpo. O correto é colocar o sal grosso no chão do box e pisar nele durante o banho. Como o sal é um condutor, só a energia ruim e pesada será puxada. Vai embora ali mesmo pelo ralo.”
6- “No quesito plantas, para decorar o ambiente escolha o bambu, que representa flexibilidade, é importante neste momento de mudança. Ele enverga, mas não quebra. Alecrim, que traz alegria. E, na falta de tesão, vá de rosa gálica ou rosas vermelhas.”
7- “Tenha por perto objetos que resgatem a alegria, conte histórias que lembrem uma viagem ou de sua infância.”
8- “Para aumentar a fertilidade coma amora, é afrodisíaco e tem o formato do útero.”