27.01.2013  /  17:09

Conheça um pouco mais sobre DMS, grafiteiro que conquistou a Itália

No Brasil para a 2ª Bienal Internacional Graffite Fine Arte, Davi de Melo Santos, ou melhor, DMS, como é conhecido, falou com Glamurama sobre sua arte e participação na exposição no MuBE. Convidado para pintar um carro na mostra, o mineiro, que mora na Itália e tem suas obras vistas por fãs da arte de rua de diversas partes do mundo, “aproveitou o tempo de sobra” e pintou também um painel no museu.

Há quatro anos morando fora do país, DMS equilibra a vida de artista com a de ativista social. “Fui embora para acompanhar minha mulher, que é médica e foi estudar na Bolonha. Pedimos transferência para Calábria e lá a situação econômica está muito ruim. Sem poder me dedicar ao meu trabalho comercial, minha alternativa para conseguir viver de arte foi trabalhar em uma penitenciária ensinando arte. E está sendo ótimo”. Fora dos presídios, o grafiteiro também ensina a técnica do spray para jovens em aulas de reeducação ambiental e participa de trabalhos de revitalização de áreas degradadas.

Suas obras cheias de inspirações espirituais – “nada ligado a religião”, ele frisa – , também estão expostas na galeria de St. Giovanni, “um castelo onde ficam as obras dos principais artistas da Calábria”, como ele conta, além de uma mostra individual em Heidelberg, no sul da Alemanha.