21.07.2019  /  9:00

Conheça a empresa americana que está revolucionando a indústria têxtil com meias e lingeries usadas

A matéria-prima da HELPSY são as suas roupas usadas || Créditos: Reprodução

Imagina uma empresa que está disposta a dar uma segunda chance para as suas lingeries e meias usadas, justo aquelas que você provavelmente jogaria no lixo sem o menor remorso. Pois essa empresa existe, se chama HELPSY e, apesar de ter sido criada nos Estados Unidos há apenas um ano, já pode ser considerada um sucesso. Idealizada pela americana Rachel Kibbe para ser um site de vendas de roupas íntimas sustentáveis, a companhia logo se fundiu com uma outra especializada em reciclagem de vestuário em geral, e a partir daí passou a focar nesse último segmento, que aos poucos vai se popularizando.

O resultado pode ser traduzido em números: com mais de 2 mil pontos de coleta em oito estados dos EUA, a HELPSY agora mantém parcerias com centenas de ONGs espalhadas por lá e também com gigantes da moda como a Bloomingdale’s, já entregou mais de 75 mil peças confeccionadas a partir das blusinhas e afins de segunda mão que utiliza como matéria-prima e hoje em dia lidera o mercado de produtos têxteis recicláveis na região nordeste do país.

E o que pode parecer um absurdo para algumas pessoas na verdade poderia ajudar a salvar o planeta, como a própria Kibbe explica. Segundo a empresária, 85% das roupas vendidas mundo afora acabam sendo jogadas fora, e dessas 95% poderiam ser reaproveitadas em prol do meio ambiente – estima-se que 8,1% dos impactos resultantes do aquecimento global sejam causados pelas indústrias têxtil e de calçados. E a melhor parte é que HELPSY oferece isso ao mesmo tempo é que é uma “B corp”, ou seja, um negócio comprometido a usar parte de seus lucros para o bem comum. Que tal? (Por Anderson Antunes)