O mais mítico hotel de Mônaco reabre em grande estilo… E PODER conferiu de perto!

18.06.2019  /  18:10

Hôtel de Paris, em Mônaco // Fábio Dutra

Tal qual uma fênix, o principado de Mônaco renasce de tempos em tempos – e nunca sai de moda. Assim, como quando decidiu, em fins do século 19, erguer um belo cassino e grandes salões em Monte Carlo, o mais deslumbrante ponto da Côte d’Azur – por sua vez a mais lendária parte do litoral mediterrâneo –, mais uma vez o minipaís mais charmoso do mundo se reinventa: o príncipe Albert e a Société des Bains de Mer (SBM), a grande empresa nacional, acabam de anunciar a modernização que transformará aquele paraíso nos próximos 15 anos. E a mudança, deslumbrante, já começou: PODER fez parte do seleto grupo de jornalistas que visitou o mítico Hôtel de Paris, o mais antigo e tradicional, em primeira mão após a reabertura pós-renovação. E gostou muito do que viu.

texto e fotos fábio dutra

Mônaco tem talvez a maior concentração de estrelas Michelin por metro quadrado. São os principais chefs do mundo cozinhando nos mais belos salões com as mais belas vistas. O Le Grill, no topo do Hôtel de Paris, e o Le Louis XV – este três estrelas, ulalá!, de Alain Ducasse, o chef vivo mais celebrado do mundo. No jantar comandado pelo chef Dominique Lory (acima), podemos provar uma cozinha moderna incrivelmente simples, onde importa o gosto real das coisas, ressaltado das mais sublimes formas e acompanhado dos melhores vinhos de uma das maiores adegas da Europa.

O conceito de spa, presente em quase todo grande hotel atualmente, faz parte do DNA de Mônaco. Não à toa, a grande empregadora local é a SBM, que nasceu junto com Monte Carlo numa época em que banho de mar era sinônimo de tratamento e não de esporte. A tradição está mais que preservada: as Thermes Marins, debruçadas sobre as falésias mediterrâneas – com acesso exclusivo para os hóspedes por dentro do Hôtel de Paris – continuam sendo um dos lugares mais especiais do mundo para cuidar de si mesmo. A piscina aquecida com vista para o Mare Nostrum é uma estrela à parte: os visitantes podem recarregar as energias a qualquer época do ano em um dos mais agradáveis cenários do globo terrestre; à esquerda, o salão privado do restaurante Le Vistamar do Hotel Hermitage.

Não é para reles mortais, mas quem quiser fazer e acontecer, as suítes presidenciais do Hôtel de Paris são dignas de suspiros. Em homenagem aos pais do príncipe Albert, a princesa Grace Kelly e o príncipe Ranier (este, homenageado no quarto com a piscina privativa acima, bien sûr). Se ficar hospedado em alguma das duas, não deixe de fazer uma fezinha nos salões mais restritos do Cassino de Monte Carlo. Vale a pena: as rodadas de James Bond são pouco perto da grandeza desses salões que nos remetem a outros tempos.