29.10.2018  /  11:07

Concorrente da Victoria’s Secret lança boicote contra desfile anual da gigante das lingeries

Adriana Lima || Créditos: Getty Images

Maior concorrente da Victoria’s Secret na Califórnia, a fabricante americana de lingerie ThirdLove, de São Francisco, que vende seus produtos pela internet, está promovendo um boicote contra o próximo Victoria’s Secret Fashion Show. O motivo? “Supermodelos desfilando com asas em uma passarela é algo muito velho”, Heidi Zak, CEO da ThirdLove, explica em uma petição online que lançou no site Change.org, e na qual pede que ninguém assista ao mega-evento cuja próxima edição será gravada mês que vem em Nova York.

Zak, que fundou a ThirdLove há cinco anos, defende a ideia de que mulheres modernas de todos os pesos e tamanhos usam calcinhas e sutiãs, e portanto não é justo que sejam representadas apenas por beldades magérrimas na televisão. A grife dela, aliás, faz bastante sucesso entre a turma “plus size”, graças aos 70 tamanhos diferentes que oferece pelo site e também por meio de um aplicativo que as permite “provar” as peças sem sair de casa.

Em 2016, a chefona da ThirdLove já tinha dado o que falar ao criticar publicamente os anúncios da Calvin Klein, que na época chamou de “misóginos”. Detalhe: ex-CEO da VS, a executiva Lori Greeley se tornou sócia dela ano passado e pouco tempo depois de sair da gigante das roupas íntimas, decisão que tomou, entre outras coisas, por discordar do marketing que considera ser “focado demais” nas curvas de Angels como a brasileira Adriana Lima e de menos nas de “mulheres reais”. (Por Anderson Antunes)

Heidi Zak, CEO da ThirdLove || Créditos: Reprodução