25.03.2020  /  12:21

Como nossos cães se sentem com a mudança da rotina da casa imposta pela quarentena? Especialista de Yale explica

Como nossos cães se sentem sobre a quarentena? || Créditos: Divulgação

Se pudesse haver um “vencedor” dessa atual crise global causada pelo Covid-19, podemos dizer que seriam os cães. Muitas vezes, deixados sozinhos por seus donos que saem para trabalhar, encontrar amigos ou outras atividades, agora eles não conseguem parar de abanar seus rabinhos de felicidade por ter seus tutores a seu lado full time.  Em entrevista ao The Cut, a Dra. Laurie Santos, diretora do Canine Cognition Center de Yale, falou sobre o que poderia estar acontecendo na cabeça de nossos amigos peludos durante esse período de quarentena.

Eles estão amando isso? Difícil dizer. Eles não podem contar como se sentem, mas, mesmo assim, parece que estão mais do que contentes com a companhia de seus humanos. “Os cães são como pessoas nesse sentido, eles se acostumam às mudanças ao longo do tempo. É claro que não sabem sobre pandemias ou vírus, mas definitivamente sabem que sua rotina mudou e que você  vai ‘passear’ pela casa com mais frequência.”, explica Laurie. Segundo a especialista, os pets provavelmente sentem que algo mudou emocionalmente com seus donos. Estudos demonstraram que os humanos secretam odores que comunicam suas emoções aos cães, permitindo que eles se sintonizem com o que estamos sentindo; é assim que os cachorros sempre sabem quando estamos tristes. “Eles certamente detectam que estamos passando por um momento de ansiedade agora”, disse.

Assim como os seres humanos, os cães só precisam de tempo para se adaptar às mudanças no estilo de vida. Esse período de ajuste pode ser acelerado se você implementar uma rotina doméstica consistente. Leve-os para passear nos mesmos horários todos os dias – sempre evitando contato com outras pessoas, é claro -, o mesmo vale para a alimentação e, melhor que tudo, dê atenção regularmente. Eles entenderão a nova rotina. “Quanto mais você puder ser consistente nessa rotina, mais rapidamente seu bichinho vai se adaptar.”