Com super apoio de Bruna Marquezine, Bazar da Preta Gil causa frisson no Rio de Janeiro

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Preta Gil com sua neta Sol de Maria no caixa do bazar e o alvoroço do evento || Créditos: Reprodução Instagram

Aconteceu nesse domingo, no Clube Monte Líbano, no Rio, a 11ª edição do Bazar da Preta, momento já tradicional quando Preta Gil coloca à venda peças doadas por suas amigas famosas em prol de causas beneficentes – nesta edição foram ajudadas as instituições IKMR Brasil, que atende crianças refugiadas, e Vozes da Comunidade, do Morro do Alemão. Lulus cariocas foram à loucura e ficaram horas na fila (o ingresso por pessoa foi vendido na hora por R$ 20). Em sete horas de evento (que começou às 13h e foi até às 20h), foram vendidos 90% do total de 4 mil peças. Quem esteve por lá conta que “parecia Black Friday” e por isso o bazar acabou sendo apelidado de “Preta Sunday”.

Looks usados por Bruna que foram doados para o bazar || Créditos: Reprodução Instagram

Mil pessoas passaram por lá e o primeiro a entrar foi David Brazil, que arrematou a peça mais cara do bazar: jaqueta jeans com bordado de paetês que pertenceu a Neymar, por R$ 350. A recordista de vendas? Bruna Marquezine, que se desapegou de cinco malas e mais algumas caixas de roupas e acessórios, incluindo vestidos que custam milhares de dólares da marca Off-White – tudo pelo valor médio de R$ 300, uma verdadeira pechincha. Preta até brincou em seu Stories que deveria mudar o nome para Bazar da Preta e da Bruna. A cantora, aliás, que passou um ano organizando o evento, arregaçou as mangas durante toda a tarde: passou boa parte do tempo no caixa e ainda cantou para os colaboradores no fim do dia ao lado do filho Francisco.