24.12.2019  /  9:00

Com medo de sair da dieta nesse fim de ano? Glamurama te ensina a manter o controle da situação até nessa época

Confira dez dicas para manter a dieta no final de ano / Crédito: Getty Images

Nessa época do ano não há dieta que resista. É normal exagerarmos nos quitutes e bebidas nas comemorações de Natal e Ano Novo. Mas saiba que é, sim, possível comer bem sem enfiar o pé na jaca. A nutricionista Edivana Poltronieri afirma que é só saber fazer boas escolhas: “Basta ter disciplina e consciência sobre os alimentos e bebidas ingeridos”, ressalta.

Aqui, 10 passos para manter o shape no Natal e Ano Novo

1. Alimentação pré-festas
Procure alimentar-se de forma equilibrada e leve durante os dias antes do Natal e Ano Novo, pois durante as ceias é provável um maior consumo de calorias extras. Não chute o balde antes só porque sairá da dieta durante as festas!

2. Escolha das bebidas
Troque o refrigerante e sucos industrializados por sucos verdes, ponche de frutas ou até mesmo um coquetel de frutas sem álcool. Para quem não abre mão de um drink alcoólico a dica é trocar o champagne, por vinho tinto, que contém uma porcentagem de antioxidantes. Entretanto, beba de forma moderada e sem exageros.

3. Sem beliscar
Não belisque enquanto estiver preparando a ceia, ou antes dela ser servida. Isso fará com que você consuma um número bem maior de calorias sem perceber.

4. Comece pela salada
Por serem ricas em vitaminas, minerais e fibras, as saladas proporcionam a sensação de saciedade e ajudam no controle de exageros durante a noite. Use molhos funcionais e saudáveis para temperá-las substituindo maionese ou creme de leite por iogurte desnatado, por exemplo.

5. Coma de tudo, mas com moderação!
A variedade de alimentos nas ceias costuma ser grande e, nesse caso, não passe vontade. Pode experimentar de tudo, porém em pouca quantidade. Preferencialmente, escolha proteínas como tender, peru e peixe, que têm menos gordura, e gorduras boas como oleaginosas, abacate, azeite e azeitonas, que são comuns nas festas de fim de ano. Evite também alimentos prontos temperados por conta da quantidade de sódio que eles carregam.

6. Faça trocas inteligentes
Utilize grãos como quinoa, linhaça e arroz negro no lugar do arroz branco. Já na clássica farofa substitua ingredientes como bacon, calabresa, ovo frito e embutidos por damasco, ameixa, uva passa e até mesmo castanhas. Outra ideia bastante saudável é acrescentar vegetais como cenoura ralada, abobrinha e couve, que deixam a receita leve e colorida. Além disso, na hora de escolher as frutas frescas, prefira melão, melancia, uva, kiwi, morango, cereja e ameixa, que têm poucas calorias e fornecem diversos nutrientes para o corpo.

7. Hidrate-se!
Beber água é fundamental, tanto para gerar saciedade quanto para ajudar na desintoxicação de um possível excesso. Além disso, a água é uma ótima aliada para evitar a retenção hídrica, já que a maioria dos alimentos das festas possuem alto teor de sódio.

8. Sobremesa free
Na hora da sobremesa, escolha sua preferida ou algo bem exótico que nunca tenha experimentado. Lembre-se: você pode comer de tudo, mas não precisa comer TUDO. Use e abuse da criatividade para elaborar quitutes deliciosos e saudáveis como panetone de chocolate 70% cacau com frutas secas, mousse de chocolate meio amargo com chia, pudim de chia com morango, entre outros. Ou apenas se contente com uma porção do doce que for servido, sem repetir.

9. Não deixar de lado os exercícios
O treino é importante sempre! Seja antes, durante e após os feriados, e ele não deve ser enxergado como forma de compensação, nem punição, nem de recompensa. O exercício deve ser feito com plena consciência de toda sua contribuição na sua saúde, lembrando sempre dos grandes prejuízos de ser sedentário. Portanto, mantenha as atividades físicas nessa época, mesmo estando em férias, procure fazer uma caminhada ou alguma atividade mais leve e rápida, isso auxilia o organismo a continuar acelerado e consequentemente queimando calorias.

10. Exagerou? Siga em frente!
As pessoas costumam desistir do processo da dieta após um deslize na alimentação, mas o importante é superar o “escorregão”. O que tende a acontecer são deslizes grandes e sequenciais. Exagerou hoje? Tudo bem. Respire e siga em frente.