22.02.2015  /  8:59

Com imóveis de até US$ 100 mi, supertorres estão mudando o skyline de NY

Por Andrea Assef para revista PODER de fevereiro

VF6STR1261CJ70.pd
O mapa da mina: a localização privilegiada das novas supertorres residenciais de Nova York

Até o século passado, os edifícios mais altos do planeta eram construídos para abrigar grandes corporações. Nos últimos anos, porém, com o reaquecimento do mercado imobiliário mundial de alto luxo, são as pessoas e não mais as empresas que querem ter o mundo a seus pés. As supertorres de luxo que estão surgindo em Nova York são um bom exemplo disso. Verdadeiros palácios suspensos de onde é possível enxergar toda a ilha de Manhattan com pés-direitos altos, janelas enormes e áreas comuns com direito a piscina, spa, sala de massagem, academia, restaurante e outras comodidades e preços que variam de US$ 10 milhões a US$ 100 milhões ou mais – afinal, o céu é o limite –, os novos edifícios são caros, inclusive para os padrões nova-iorquinos. Na verdade, eles se destinam à turma dos super-ricos, uma seleta minoria representada por cerca de 1% da população mundial. São pessoas que moram na China, Oriente Médio, Rússia ou América Latina e que têm um patrimônio que inclui iates, jatos, ilhas particulares e residências espalhadas nos endereços mais caros do mundo. Nesta e nas próximas páginas, as supertorres que estão agitando o mercado imobiliário de Nova York.

 323B4152 (2)

432 PARK AVENUE

Uma vez em Nova York, ele está lá: basta olhar para cima, independentemente de onde você esteja – Brooklyn, Bronx ou Queens. Com 426 metros de altura, o 432 Park Avenue está entre as mais altas torres residenciais do Ocidente e deixou para trás o Edifício Chrysler e o Empire State (sem contar a altura da antena, no caso deste último), verdadeiros ícones da arquitetura da cidade. Com localização privilegiada, entre as ruas 56 e 57, perto do Central Park e da 5ª Avenida, a supertorre tem projeto assinado pelo top arquiteto uruguaio Rafael Viñoly e oferece vista para toda a ilha de Manhattan. São 96 andares sendo que, a cada 12, um vão livre da altura de dois pavimentos alivia a pressão do vento, garantindo a estabilidade da construção. Os 104 apartamentos têm tamanhos que vão de 300 m2 a mais de 700 m2 de área, como é o caso das coberturas. Os preços variam de US$ 7 milhões a US$ 95 milhões (atualmente, o apartamento mais barato disponível custa US$ 17 milhões e o mais caro bate na casa dos US$ 82,5 milhões). O pé-direito mede quase 4 metros de altura e janelas enormes, de 3×3 metros, têm bancos para apreciar a vista. A supertorre ainda oferece a seus moradores piscina coberta, restaurantes, teatro, rooftop a céu aberto, spa, valet – coisa raríssima na cidade – e quartos que podem ser alugados para motoristas, mordomos e o staff pessoal dos proprietários. Discretos, o CIM Group e a Macklowe Properties não revelam absolutamente nada sobre os compradores, mas sabe-se que há brasileiros entre eles. (Isabel de Barros viajou a convite das empresas CIM Group e Macklowe Properties)

One57 Aerial 1 - Credit Evan Joseph

ONE57

Esta torre de vidro azul, que fica no número 157 da West 57th Street, foi desenhada por Christian de Portzamparc, ganhador do prêmio Pritkzer, o principal da arquitetura mundial. O ultraluxuoso espigão, que tem 90 andares e 306 metros de altura, conta com piscina coberta, salão de jantar privativo, biblioteca, academia e vaga de garagem, o que é raridade em Nova York. Na base do edifício ficará instalado o Park Hyatt e os moradores do One57 vão poder usufruir da piscina, do spa e do exclusivíssimo serviço de quarto do hotel. Com paredes de vidro para garantir a vista do Central Park e do Midtown de Manhattan, o One57 já teve suas duas coberturas vendidas por US$ 90 milhões. Cada.

154141189.ZzpF73KO.r1b

220 CENTRAL PARK SOUTH

De toda a nova geração de luxuosas supertorres, sem dúvida, o 220 Central Park South se destaca pelo quesito localização, já que fica em frente ao Central Park. A cobiçada cobertura do arranha-céu, que deverá ficar pronto em 2017, vai custar US$ 100 milhões. As unidades terão de dois a seis quartos e uma vaga na garagem por apartamento. Varandas e terraços foram planejados para aproveitar ao máximo a  proximidade com o parque mais famoso da cidade.

520parknew (1)

520 PARK AVENUE

Com 238 metros de altura, o 520 Park Avenue será erguido sobre o histórico depósito da loja de departamentos Hochschild Kohn. Morar lá será para pouquíssimos: apenas 31 apartamentos, um deles uma megacobertura tríplex, que sairá por US$ 100 milhões. Algumas unidades vão ocupar um andar inteiro e outras serão dúplex, todas com elevador privativo. As suítes master terão dois banheiros completos com direito a banheira. Além disso, os moradores podem contar com academia, business center e até uma estação de lavagem para cachorro.

57th-st-3-1024x693PATH (1)

111 WEST 57TH STREET

A torre do condomínio de luxo de 433 metros de altura será erguida no lugar em que hoje existe o histórico Steinway Hall, sede do fabricante de pianos Steinway & Sons, que será totalmente restaurada. Um dos principais atrativos do edifício é a sua localização, próxima ao Central Park, ao Carnegie Hall, ao MoMA e à 5ª Avenida. Os apartamentos, que seguem o padrão de alto luxo das novas supertorres da cidade, terão janelas enormes que mais parecem molduras de onde será possível admirar a bela vista do Central Park.

2356NouvelsMoMATowerApproved_pic1

MOMA TOWER

As escavações para o novo edifício do premiadíssimo arquiteto francês Jean Nouvel começaram a ser feitas em outubro de 2013. A supertorre vai ser erguida ao lado do museu de arte moderna de Nova York, no número 53 da West 53th Street, e terá 320 metros de altura, 82 andares e 140 apartamentos superluxuosos. Os três primeiros andares serão ocupados pelo próprio MoMA. Os valores das unidades ainda não foram divulgados.

Nordstrom-TowerPATH

NORDSTROM TOWER 

Os primeiros sete andares deste edifício que será construído no número 225 da West 57th Street vão abrigar a sofisticada loja de departamentos que tem o mesmo nome. Serão 541 metros de altura – apenas 5 centímetros mais baixo que o One World Trade Center. A construção do Nordstrom começa este ano e as obras devem terminar em 2018. Será um dos mais altos edifícios residenciais dos Estados Unidos. O preço dos apartamentos vai girar em torno de US$ 40 milhões.