Com curadoria de Marcello Dantas, exposição “Devolvo Ouro” com fotos de Gabriel Chaim mostra a situação atual dos Yanomamis

15 Compartilhamentos
15
0
0
0
0
0
Créditos: Divulgação

Com data de estreia marcada para o último sábado do mês, na Zipper Galeria, em São Paulo, a exposição “Devolvo Ouro” do fotógrafo, documentarista e cineasta Gabriel Chaim tem curadoria de Marcello Dantas e fica em cartaz até 21 de agosto. Produzidas na Terra Indígena Yanomami, na fronteira entre os estados de Roraima e Amazonas, as fotografias de Chaim foram feitas durante dois meses em meio a ação do Exército e da Polícia Federal contra o garimpo ilegal na região.

“O povo Yanomami vem sendo massacrado por uma sucessão de eventos originados pelo garimpo ilegal em suas terras. Essa exposição aborda as recentes condições e imagens capturadas naquele território. Estamos propondo uma nova situação onde as coisas devem ser devolvidas ao seu lugar de direito”, afirma Marcello Dantas que acrescenta: “Neste momento, não podemos fazer uma exposição romântica”.

“Devolvo Ouro” é o primeiro projeto realizado em terras brasileiras de Chaim, que já é reconhecido por suas investigações visuais em áreas de crise e situações extremas, como a cobertura dos conflitos no Oriente Médio, em 2013, que deu origem à sua primeira exposição individual, a “Filhos da Guerra: o custo humanitário de um conflito ignorado”, em 2015.

Com apoio institucional da organização internacional Human Rights Watch, a base para a precificação dos trabalhos presentes na mostra atual é o grama do ouro. Aos interessados, a exposição está aberta para visitas a partir do próximo sábado, 31 de julho, de segunda a sexta das 10h às 19h e aos sábados das 11h às 17h, na Galeria Zipper. Parte dos recursos arrecadados com a comercialização das obras serão destinados a entidades indígenas que defendem os territórios e os povos Yanomami.