20.08.2009  /  14:47

COLUNA NOVA YORK – Por NESSIA LEONZINI

SOBRE AS ONDAS
Para um artista, qualquer superfície disponível pode ser um meio de expressão. Steve Miller, que trabalha em vários suportes, encontrou na coleção de tábuas de surf uma extensão natural para os seus pincéis. A forma alongada e elegante das tábuas provou ser uma linda tela de trabalho, onde ele aplica silk screen e tinta esmaltada, transformando cada uma delas numa deliciosa obra de arte, de personalidade própria e resistente à água do mar. Miller é fã do Brasil e só pega onda de bermuda Osklen com estampa do calçadão de Copacabana, para não morrer de saudades.
stevemiller.com

Trabalho do artista Steve Miller: criatividade sobre as ondas
BOLSA
Quem recebeu muitos visitantes nesse verão foi o Touro de Wall Street (Charging Bull), a famosa escultura de bronze que se transformou no símbolo da “prosperidade” do mercado financeiro, o “bull market”, ou seja, o mercado em alta. Passem a mão nele, para dar sorte. O touro fez sua aparição depois da queda do Mercado de 1987 e representa a “força e o poder do povo americano”. Pesa 3200 quilos e é do artista Arturo di Modica (n.1941) que instalou o touro, em 1989, na frente da Bolsa de Valores sem permissão oficial. As crianças adoram subir no touro e tirar foto.
Charging Bull – em Wall Street, na saída do metrô Bowling Green, linhas 4, 5 e 6

Charging Bull: sinal de prosperidade
LEITURA
É uma pequena livraria de charme inglês e constitui um marco em pleno Greenwich Village. Foi até oficialmente chamada de “um bolso de civilidade“ pela Sociedade Histórica do Village. Não se sabe bem como, mas a Three Lives conseguiu sobreviver à internet e às megalivrarias, e aí está, florescendo – um verdadeiro anacronismo, como diz o site da casa. Os readings (leituras) são famosos. Uma pausa super gostosa quando se anda por ali.
154West 10thSt , com Waverly Place. Fone:. 212 7412069
Livraria Three Lives: tradição em Greenwich Village

PARQUE
Um programa delicioso para esta época do ano: alugue bicicletas e pedale pelo Central Park. São 341 hectares de verde e 76 Km de caminhos, sob a sombra,  para explorar. Com crianças, é um programa bem mais relaxante do que uma visita a pé. As bicicletas, em todos os tamanhos, são entregues no hotel, serviço porta a porta e vem equipadas com capacetes. O preço do aluguel por dia é US$ 35, uma verdadeira barganha.
Bike Rental Central Park, na 348 West 57th Street. Fone 212 6649600, uma hora US$ 15, duas horas US$ 20 e três horas US$ 25. Serviço porta a porta gratuito até cinco quarteirões de distância
BikeRentalCentralPark.com

Passei de bike no Central Park: um clássico de Nova York