12.06.2009  /  12:00

COLUNA NOVA YORK JUNHO

ROMANCE

Michelle e Barack Obama vieram a Nova York namorar no último sábado à noite. Primeiro jantaram no Blue Hill, um restaurante “low key” do Village e depois foram ao teatro, na Broadway. Escolheram bem.

* Blue Hill é muito querido e respeitado no meio gastronômico local. O dono, Dan Barber, é um pioneiro na culinária sustentável e já foi eleito uma das pessoas mais “influentes” pela revista norte-americana “Time”: os ingredientes dos pratos chegam diariamente da fazenda dele, que fica a 45 minutos da cidade, e o menu sazonável conta sempre com deliciosas surpresas. A lista de vinhos apresenta ótimas opções de preços. O Blue Hill tem só 55 lugares, o clima é bem silencioso e muito romântico.

* Ah… Os Obamas foram assistir “Joe Turner’s Come and Gone”, um revival da peça de August Wilson que lida com a escravidão. Mais politicamente correto, impossível!

* Blue Hill: Washington Place, 75, entre a 6ª Avenida e a Rua Mac Dougal. Telefone: (212) 5391776.

TINTA

As três instalações do artista Charles Ray, numa galeria do Chelsea, estão sendo vistas pela primeira vez em 20 anos. A mostra é imperdível.  “Ink Line” [linha de tinta], de 1987, é um fluxo de tinta negra que viaja continuamente de um buraco do tamanho de uma moeda no teto para um buraco similar no chão. À primeira vista, parece uma linha estática e  à medida que se vai chegando mais perto, nota-se um movimento sutil no jato de tinta. Em seguida, tenta-se resolver o mistério de sua construção. Nada disso importa diante da simplicidade visual da linha preta e da complexidade imagética que ela comporta. 
* Charles Ray: Ink Line, Moving Wire, Spinning Spot, Matthew Marks Gallery, 523W24, até 27 de junho

 

PONTAS

Nesta temporada, o ballet Giselle, um dos favoritos do público de dança clássica, tem quatro bailarinas russas no papel principal. Entre elas, Nina Ananiashvili, que se aposenta no final da temporada. Ela é maravilhosa e sua Giselle cheia de paixão e de fouettés energéticos.

*Seus braços e pernas parecem esticar no vazio milagrosamente. Acompanhada pelo brasileiro Marcelo Gomes, formam um par ideal.

*Giselle: American Ballet Theater Metropolitan Opera House, no Lincoln Center.

Cena do ballet Giselle