12.11.2017  /  8:00

Coleção de arte da melhor amiga de Jackie O. vai a leilão na próxima terça em NY

Jackie O e Bunny Mellon || Créditos: Reprodução

Uma das maiores e mais famosas coleções de obras de arte dos Estados Unidos vai a leilão na próxima terça-feira, sob o martelo da Sotheby’s de Nova York. As peças fazem parte do acervo que pertenceu à milionária e socialite Rachel Lambert Mellon, mais conhecida como Bunny Mellon, morta em 2014 aos 103 anos. Melhor amiga de Jacqueline Kennedy Onassis, ela só não dedicava todo o tempo livre que tinha para comprar quadros, esculturas e afins porque tinha outras paixões, como a natação e o pilates, que praticou diariamente até o fim da vida.

Bunny era filha do empresário Gerard Barnes Lambert, fundador da empresa que leva seu sobrenome e que lançou, entre outros produtos famosos, o enxaguante bucal Listerine. Faz parte da coleção que ela deixou para os herdeiros quadros de Pissarro, Homer e Delacroix, que estão longe dos olhos do público há mais de cinco décadas, além da tela “Champ d’iris à Giverny”, assinada por Claude Monet em 1887 e cujo lance inicial será de US$ 5 milhões (R$ 16,3 milhões).

Um leilão anterior com objetos de valor que ela possuía foi realizado há três anos, também pela Sotheby’s, e levantou mais de US$ 218 milhões (R$ 708,9 milhões). Como aconteceu naquela ocasião, todo o lucro obtido com o evento da próxima semana vai para a Gerard B. Lambert Foundation, criada por Bunny em memória de seu pai com o objetivo de apoiar projetos ligados ao mundo das artes. (Por Anderson Antunes)

A tela “Champ d’iris à Giverny”, de Claude Monet || Créditos: Reprodução