22.04.2016  /  11:36

Cofundador da Nike vai doar a maior parte de sua fortuna para caridade

WASHINGTON STATE V OREGON
Phil Knight, cofundador da Nike || Créditos: Getty Images

Cofundador e maior acionista da Nike, líder mundial em produtos esportivos, o bilionário americano Phil Knight afirmou em entrevista que vai ao ar neste domingo na rede CBS que pretende doar a maior parte de sua fortuna para caridade. Segundo a revista “Forbes”, Knight é dono de um patrimônio estimado em US$ 25,6 bilhões (R$ 91,65 bilhões), o que faz dele o 24º homem mais rico do mundo. Aos 78 anos, Knight disse que não pretende se desfazer de todo seu dinheiro de uma vez só, mas sim investindo cada vez mais em causas sociais e garantindo que seus filhos e netos façam o mesmo após sua morte.

Em fevereiro ele já havia enviado um cheque de US$ 400 milhões (R$ 1,43 bilhão) para a Stanford University, a fim de criar um programa de bolsas de estudos em parceria com a instituição. Knight, que costuma chamar a Nike de “paixão da minha vida”, está lançando um livro – “Shoe Dog: A Memoir by the Creator of Nike” – no qual fala sobre os tênis de corrida que o inspiraram na criação da empresa em 1972, quando tinha apenas US$ 1,2 mil (R$ 4,3 mil) no banco, sua relação com Michael Jordan e as acusações de que promovia trabalho escravo em suas fábricas fora dos Estados Unidos na década de 1990, provavelmente a maior polêmica de sua carreira empresarial. (Por Anderson Antunes)

Créditos:
Capa do livro “Shoe Dog: A Memoir by the Creator of Nike”, de Phil Knight|| Créditos: Divulgação