11.04.2015  /  16:03

Cleusa Garfinkel: doações e presente que deu a si mesma na SP-Arte

selo sky
tamanho cine cleusa
Cleusa Garfinkel e o pau brasil de Jaime Lauriano || Créditos Paulo Freitas/Glamurama
Ligadíssima em arte, todo ano Cleusa Garfinkel faz doações na SP-Arte como pessoa física para os principais museus do país. Neste ano foi a vez do MAM ganhar para o seu acervo uma obra de Mestre Didi, da Paulo Darzé Galeria, e da Pinacoteca receber “Incômodo” (2014), obra de Sidney Amaral na Galeria Central, e uma árvore de pau brasil, obra de Jaime Lauriano, “nessa terra, em se plantando tudo dá” (2015), que está no espaço da Galeria Leme. Paulo Herkenhoff, diretor do MAR, a ajudou na escolha de “Boca de Cena” (1999), de Armando Queiroz, da Galeria Caravello, para o museu carioca.
“Para mim mesma só levei uma obra, do Antonio Manuel”, contou com modéstia. Trata-se de “Pop”, trabalho de 2015 da galeria Anita Schwartz, de um de nossos representantes na próxima Bienal de Veneza.
cine obras
“Incômodo”, obra de Sidney Amaral e “Pop”, de Antonio Manuel || Créditos: Glamurama