Bill e Melinda Gates || Créditos: Reprodução

Cláusula permite que Bill Gates tire a ex-mulher, Melinda, do comando da instituição filantrópica que eles fundaram

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Bill e Melinda Gates || Créditos: Reprodução

Aquele que tem o potencial de entrar para a história como o maior (e multibilionário) divórcio de todos os tempos também poderá ter um grande impacto na The Bill & Melinda Gates Foundation, maior instituição filantrópica privada do mundo. E é do ex-casal mais poderoso do Vale do Silício Melinda e Bill Gates que estamos falando, claro.

De acordo com o “The New York Times”, uma cláusula do estatuto da fundação que eles fundaram em 2000 e que continuam comandando juntos, a The Bill & Melinda Gates Foundation permitirá ao cofundador da Microsoft “se livrar” da ex-mulher caso os dois não encontrem um jeito de trabalhar harmoniosamente nos próximos dois anos.

Em tese, por ser o provedor financeiro da instituição, Bill teria esse poder, mesmo apesar de ter se casado em regime de comunhão de bens com Melinda. Há quem acredite, no entanto, que o bilionário jamais faria algo assim, uma vez que correria o risco de deixá-la furiosa e com vontade de compartilhar os segredos a respeito dele que sabe.

A The Bill & Melinda Gates Foundation conta com mais de US$ 50 bilhões (R$ 263,3 bilhões) em caixa, um dinheiro que é administrado através de fundos de investimentos. Bill e Melinda deverão transferir outros US$ 15 bilhões (R$ 79 bilhões) para a fundação tão logo sua partilha de bens seja finalizada, o que deve acontecer ainda nesse ano. (Por Anderson Antunes)