25.09.2014  /  15:56

Claudia Raia, sobre estar loira: “estouraram um ovo na minha cabeça”

Claudia Raia foi a mestre de cerimônias da abertura oficial do Festival do Rio, nessa quarta-feira no Oi Casa Grande, no Leblon, que exibiu o documentário “O Sal da Terra”, sobre a carreira de Sebastião Salgado. A atriz, de longo Lino Villaventura, contou pra gente que vai se aventurar de uma nova forma no cinema em 2015. “Vou produzir um longa ano que vem, um drama que deve ser uma coprodução com a Total Filmes. Serão só três atores, um deles sou eu. Os outros ainda não escalamos. O roteiro ainda está sendo escrito, mas vamos filmar na Argentina”, adiantou.
Blond ambition
“Ser loira não é uma tarefa fácil. Sou a Claudia Raia, mas e daí? Estouraram um ovo na minha cabeça. E agora? Quem sou eu? Como me comporto? Faço a linha mais misteriosa? Mais contida? Muda completamente. Mas com o tempo a gente vai se olhando e se sente cada vez melhor. Mesmo assim, acho que, se dependesse de mim, nunca seria loira. É difícil cuidar do cabelo, ainda mais fazendo escova todo dia. Mas a novela [Alto Astral, próxima trana das 19h para a qual Claudia mudou o visual] é uma delícia.”
Vida e arte
“Faço [na novela] uma paranormal que perde os poderes e passa a fingir as previsões. Já fui a cartomantes, tenho pessoas que consulto… Acredito em tudo, acho o máximo.”
Novidades
“Estou esperando o lançamento de ‘Duelo’, filme em que atuei dirigida por Marcos Jorge. Fiz pouco cinema perto do que eu gostaria, mas por falta de tempo, não por opção. No teatro, tem o musical sobre Chaplin, que vou apenas produzir, e o ‘Raia 30 anos’, uma grande celebração da minha carreira.”
(por Michelle Licory)