18.11.2014  /  14:28

China, fungos e ebola podem diminuir drasticamente a oferta de chocolate

Como viver sem chocolate?

Atenção, chocólatras! O mundo pode estar prestes a ter que enfrentar uma escassez de chocolate. Pelo menos é isso que a fabricante de chocolates suíça Barry Callebaut afirma em seu relatório anual. No documento, a empresa alerta para uma potencial falta de cacau no mercado a partir de 2020, o que poderia ser contornado somente se os métodos atuais de cultivo do fruto fossem alterados.

A Mars, que fabrica os famosos M&Ms, também já havia alertado em seu relatório sobre uma possível falta no mercado de pelo menos um milhão de toneladas de cacau daqui a seis anos.

São vários os fatores que contribuem atualmente para o apocalipse do chocolate, incluindo o crescente apetite da China pelo doce, uma contaminação por fungos que destruiu cerca de 30% a 40% das plantações mundiais de cacau e a epidemia global de ebola, que fez com que o preço do cacau sofresse um aumento de 15%. (Por Anderson Antunes)