18.02.2018  /  8:55

Chefão da LVMH entra no top 5 dos homens mais ricos do mundo. Aos números!

Bernard Arnault || Créditos: Getty Images

Bernard Arnault já está colhendo os lucros de 2017, considerado um dos melhores anos para a moda – ao menos no que diz respeito às finanças da indústria. O fundador e CEO do gigante francês LVMH, o maior conglomerado de marcas de luxo, terminou a semana como o quarto homem mais rico do mundo, sete posições acima daquela que ocupava neste mesmo período no ano passado.

Aos números: dono de uma fortuna de US$ 77,1 bilhões (R$ 248,3 bilhões), Arnault viu seu patrimônio aumentar em mais de US$ 1,2 bilhão (R$ 3,9 bilhões) só na sexta-feira mediante ao salto de quase 2% nas ações da LVMH negociada na Bourse de Paris. É que os investidores adoraram o último balanço do grupo, divulgado na véspera, que indicou um aumento de vendas substancial, principalmente na divisão de roupas e acessórios.

Agora o francês só fica atrás de Warren Buffett (US$ 87,9 bilhões/R$ 283 bilhões), Bill Gates (US$ 92 bilhões/R$ 296,2 bilhões) e Jeff Bezos no ranking dos maiores bilionários do planeta, sendo que o acionista da Amazon está praticamente isolado no topo com seus US$ 120,9 bilhões (R$ 389,3 bilhões) de patrimônio. Quem anda caindo algumas casas no levantamento é Mark Zuckerberg, o cofundador do Facebook, que está apanhando na bolsa desde que anunciou mudanças no feed do site de relacionamentos a fim de combater as “fake news”. (Por Anderson Antunes)