09.02.2016  /  15:04

Chef suíço encontrado morto teria sido vítima de golpe milionário

tamanho BenoitV copy
O chef Benoît Violier || Créditos: Getty Images

Encontrado morto na semana passada em circunstâncias que apontavam para um aparente suicídio, o chef de cozinha franco-suíço Benoît Violier pode ter sido vítima de um golpe que lhe custou entre 800 mil e 2 milhões de francos suíços, algo entre R$ 3,1 milhões e R$ 8 milhões. A suspeita foi levantada pela revista suíça Bilan, segundo a qual Violier foi enganado em um suposto esquema fraudulento de compra de vinhos para o seu restauranre, o L’Hôtel de Ville, descoberto por ele dias antes da tragédia. Uma fonte ouvida em anonimato pela publicação garantiu que Violier foi prejudicado no esquema, orquestrado por uma empresa cujo dono foi solto da prisão no mês passado e era considerado amigo do chef, ao ponto de comemorar seu mais recente aniversário no restaurante em uma festa que teria custado mais de R$ 2 milhões. No total, o golpe pode ter gerado prejuízos de mais de R$ 40 milhões a várias pessoas.

Eleito há cerca de um mês o melhor chef do mundo pelo guia “La Liste”, que seleciona todos os anos o mil melhores restaurantes do mundo, Violier também ostentava três estrelas no Guia Michelin. (Por Anderson Antunes)