29.07.2020  /  14:48

Chateau Marmont, famoso hotel de Hollywood, poderá virar clube privado por causa da pandemia

André Balazs, dono do icônico Chateau Marmont (ao fundo) || Créditos: Reprodução

O plano de André Balazs para salvar o Chateau Marmont, que já não ia bem das pernas desde bem antes da pandemia e recentemente demitiu mais de 200 funcionários, é transformar o icônico hotel de Los Angeles em clube particular até o fim desse ano. Em entrevista exclusiva ao “The Wall Street Journal”, o hotelier revelou que pensa nisso há pelo menos três anos, e que a atual crise apenas o forçou a acelerar algo que eventualmente aconteceria.

De acordo com Balazs, a ideia é fazer do Chateau Marmont um ponto de encontro e de lazer exclusivo para ricos e famosos, quem sabe mais pra frente abrindo filiais em lugares como Milão, Paris, Tóquio, sul da França e alguma ilha particular da Grécia, tudo para quem se dispuser a pagar algumas centenas de milhares de dólares por ano pelo privilégio de usar esses spots.

Como Glamurama contou no mês passado, o Chateau Marmont se tornou alvo de protestos organizados por alguns de seus funcionários dispensados, algo impensável não faz muito tempo atrás. De qualquer forma, o hotel criou um fundo de auxílio para aqueles que foram diagnosticados com o novo coronavírus, que até agora levantou US$ 300 mil (R$ 1,54 milhão), e desses, US$ 100 mil (R$ 514 mil) foram doados pessoalmente por Balazs. (Por Anderson Antunes)