23.03.2021  /  12:07

Cartório desmente fala de Meghan Markle sobre casamento em segredo com Harry três dias antes da cerimônia oficial

Príncipe Harry e Meghan Markle / Crédito: Getty Images

Meghan Markle e Príncipe Harry são alvo de mais uma polêmica ainda envolvendo a entrevista dada a Oprah Winfrey. Na ocasião, o casal  declarou que oficializou a união três dias antes da cerimônia oficial. De acordo com a Duquesa de Sussex, o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, foi o responsável por realizar o casamento secreto. Mas uma nova informação sobre o assunto surgiu na internet.

O cartório geral do Reino Unido revelou a certidão de casamento de Harry e Meghan provando que eles se casaram em 19 de maio de 2018 na cerimônia no Castelo de Windsor. O oficial que redigiu a licença disse pelo Twitter que Meghan está “obviamente confusa” e “claramente mal informada” sobre o próprio casamento. No tweet, ele ainda chamou o casal de ‘mentiroso’.

Em entrevista ao ‘The Sun’, Stephen Borton, ex-secretário-chefe do Faculty Office, fez questão de esclarecer a história: “Eles não se casaram três dias antes na frente do arcebispo de Canterbury. A ‘licença especial’ que ajudei a redigir permitiu que eles se casassem na Capela de St George em Windsor e o que aconteceu em 19 de maio de 2018 e visto por milhões de pessoas em todo o mundo foi o casamento oficial reconhecido pela igreja da Inglaterra e pela lei. Suspeito que eles trocaram alguns votos simples que talvez tenham escrito, e que estão na moda, e disseram isso na frente do arcebispo – ou, e mais provavelmente, foi um simples ensaio”.

No bate-papo com Oprah Winfrey, Meghan Markle deu detalhes dessa ‘cerimônia’: a duquesa pediu ao arcebispo que os casasse em particular em Nottingham Cottage – sua casa no palácio de Kensington. No entanto, Borton revelou que eles não poderiam ter se casado no terreno de Nottingham Cottage, pois não é um local autorizado. Ele acrescentou ainda que não havia testemunhas suficientes para tornar a cerimônia válida.