13.03.2020  /  11:24

CEO da Saks Fifth Avenue avisa que suas lojas estão protegidas do Covid-19. Como?

Marc Metrick, o CEO da Saks Fifth Avenue || Créditos: Reprodução

Presidente da Saks Fifth Avenue, Marc Metrick divulgou um comunicado nessa quinta-feira no qual informa que todas as unidades da rede de lojas de departamentos estão se adaptando à nova rotina dos consumidores de todo o mundo por causa do surto global de Covid-19. Acima de tudo, o executivo fez questão de deixar claro que todas as Saks – são 40 nos Estados Unidos e 6 fora do país – estão sendo limpadas e higienizadas com frequência de acordo com as orientações estabelecidas pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), uma agência de saúde federal americana, e por isso são lugares seguros. Assim como a grande maioria do comércio físico americano, a Saks enfrenta dificuldades para concorrer com o e-commerce, que de uns tempos pra cá fez várias “vítimas” entre as mais tradicionais varejistas dos EUA.

Nesse sentido, uma das que mais deram o que falar foi a mítica Lord & Taylor, que em 2018 anunciou o fechamento de suas portas na Quinta Avenida de Nova York depois de 104 anos operando por lá e justamente por ter perdido a batalha para a internet. Nem precisa dizer, portanto, que o novo coronavírus é a última “tempestade perfeita” para a turma das compras às antigas, já que em se tratando de uma pandemia o mais recomendado realmente é fazer tudo de casa e evitar ao máximo os lugares públicos. (Por Anderson Antunes)