06.05.2016  /  19:58

CEO da Apple vai a China para tentar reverter queda nas vendas

TimC
Tim Cook || Créditos: Getty Images

Desde que anunciou a primeira queda de vendas em um trimestre em treze anos, a Apple passa por um de seus piores momentos. A empresa fundada por Steve Jobs já perdeu mais de 12% de seu valor de mercado neste ano, e quase 25% nos últimos doze meses.

Para tentar reverter a situação, o CEO da companhia, Tim Cook, deverá desembarcar na China no fim deste mês. A viagem se explica pelo fato de que o país asiático é o segundo maior mercado da Apple no mundo depois dos Estados Unidos e também onde as vendas de iPhones mais caíram.

A China é tão importante para a Apple que as dificuldades que ela enfrenta no país levaram o bilionário Carl Icahn, até recentemente um de seus maiores acionistas, a vender todas as ações da empresa que possuía no fim de abril. Ao justificar a venda, Icahn citou a desaceleração da economia chinesa a sua descrença em relação ao governo chinês. Cook acredita que é capaz de reverter a situação. (Por Anderson Antunes)