22.12.2017  /  18:31

Céline anuncia saída de Phoebe Philo após 10 anos… E para onde iria a estilista? Aqui

A estilista Phoebe Philo ao fim do desfile de primavera/verão 2016 da Céline || Créditos: Getty Images

Breaking news no mundo da moda. Foi anunciada na tarde desta sexta-feira a saída de Phoebe Philo da Céline, onde ocupou durante 10 anos o posto de diretora criativa. A última coleção assinada por Phoebe para a marca francesa é a Outono/2018, que será apresentada em março.

Rumores sobre a saída da estilista ganharam força em outubro, quando o portal “Business of Fashion” apurou que a LVMH – conglomerado de luxo que controla a Céline – estaria há meses fazendo entrevistas com possíveis estilistas que poderiam substituí-la.

Comenta-se nas rodas da moda que a estilista estaria pronta para assumir a Burberry no lugar de Christopher Bailey que deixou o cargo de CEO e diretor criativo da marca há pouco mais de um mês. Faria todo sentido, já que a inglesa não gosta de morar em Paris, e tem filhos e marido em Londres.

Segundo apurou o portal “BOF” em outubro, são apontados como possíveis substitutos dela na Céline, a britânica Stella McCartney, Natasa Cagalj, que agora está na Ports 1961, Ilaria Icardi, diretora criativa da Victoria Beckham, e ainda Michael Rider, diretor de design da Céline.

Em um legado de uma década, Phoebe Philo – formada pela Central Saint Martins – ajudou a tornar a marca um ícone do minimalismo, alavancando suas vendas de US$ 200 milhões para mais de US$ 700 milhões ao ano. Uma das poucas labels de luxo que ainda não adotou o esquema de vendas online, a Céline pretende lançar em breve seu e-commerce sob o aval de seu novo presidente executivo, Severine Merle, no posto desde abril.