01.08.2018  /  11:12

Celeste Rodrigues, irmã de Amália Rodrigues e ícone do fado, morre aos 95 anos

Celeste Rodrigues || Créditos: Reprodução

Agosto começou com clima de saudade para os portugueses, com a notícia de que a fadista Celeste Rodrigues morreu nesta quarta-feira, aos 95 anos, de causa ainda não revelada. Irmã mais nova de Amália Rodrigues, outra diva do estilo musical, a cantora estava na ativa desde os anos 1940 e se preparava para cair na estrada com uma nova turnê mundial com a qual pretendia celebrar seus 75 anos de carreira.

Um dos maiores ícones culturais da terrinha, a veterana dos palcos deixou alguns dos maiores hits do gênero musical que a consagrou, como “A Lenda das Algas” e o “Fado das Queixas”. Em maio, ela celebrou seu último aniversário com uma festa de arromba no Teatro São Luiz de Lisboa, cercada de familiares e amigos da música como Pedro de Castro, André Ramos e Francisco Gaspar.

A fã mais famosa dela certamente é Madonna. Desde que começou seu caso de amor com Portugal e se mudou de mala e cuia pra lá, a cantora a elogia sempre que pode e a descreve como um dos motivos pelos quais se apaixonou pelo país. Madge também foi responsável pela última viagem internacional de Celeste quando a levou até Nova York, no fim do ano passado, para passar o réveillon ao seu lado. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, um post de Madonna no Instagram, de dezembro do ano passado, com o vídeo de uma performance exclusiva que Celeste fez pra ela: