21.08.2019  /  8:57

Caso sobre o Oscar roubado de Frances McDormand foi misteriosamente arquivado nessa terça

Frances McDormand || Créditos: Reprodução

O caso do Oscar de Frances McDormand que foi roubado em março de 2018 teve um fim repentino nessa terça-feira, quando o julgamento de Terry Bryant, principal suspeito de ter cometido o crime, foi misteriosamente suspenso e todas as acusações feitas contra ele foram retiradas pela promotoria. Nenhuma explicação foi dada para o arquivamento do processo judicial, e o juiz que cuidada de tudo se limitou a conceder uma moção em favor de Bryant que simplesmente o tornou um homem com ficha limpa novamente.

McDormand, que ganhou o Oscar de Melhor Atriz no começo do ano passado por seu trabalho no drama “Três Anúncios Para um Crime”, o perdeu de vista poucos momentos depois de recebê-lo, na after party oficial organizada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela premiação, no Hollywood & Highland Center de Los Angeles.

Bryant, que também estava presente no evento, foi flagrado deixando o local com o Oscar recém-conquistado dela nas mãos, mas logo foi parado por seguranças, que em seguida confiscaram a cobiçada estatueta e a devolveram para a dona. Na ocasião, McDormand chegou a sugerir que ele fosse liberado sem a necessidade de acionamento da polícia, mas o pessoal da Academia acabou registrando uma queixa sobre o ocorrido, já que não brinca com essas coisas em hipótese alguma. (Por Anderson Antunes)