12.12.2016  /  15:43

Caso de assédio sexual envolvendo jornalista da Fox News vai virar filme

Megyn Kelly || Créditos: Getty Images
Megyn Kelly || Créditos: Getty Images

O caso de assédio sexual envolvendo a jornalista da Fox News Megyn Kelly e o ex-presidente da estação, Roger Ailes, um dos maiores escândalos do ano nos Estados Unidos, vai virar filme. A tarefa de roteirizar a história deles já foi incumbida a Charles Randolph, o mesmo responsável pela trama de “A Grande Aposta”, considerado um dos melhores filmes de 2015.

Demitida em julho pela Fox News, que pertence a Ruper Murdoch, Gretchen afirmou na época ter perdido o emprego após recusar as investidas de Ailes e decidiu processar o ex-patrão. Eventualmente, as partes envolvidas chegaram a um acordo fora dos tribunais que rendeu à jornalista US$ 20 milhões (R$ 67,3 milhões), mas por conta da polêmica, que dominou as manchetes durante semanas, o executivo se viu forçado a adiantar a aposentadoria. (Por Anderson Antunes)